Polí­tica

Foto: Divulgação

O clima esquentou entre os deputados Sargento Aragão (PROS) e Stalin Bucar (SDD) na sessão desta quarta-feira, 20, na Assembleia Legislativa. Com tom de voz elevado, Aragão chegou a desafiar Stalin a provar suas palavras.O bate-boca começou quando Stalin deu a entender que Sargento Aragão teria recebido benefícios do governo. Ele por sua vez, indignado desafiou o deputado a provar: “Eu desafio o senhor a chamar o príncipe [Secretário Eduardo Siqueira Campos] aqui e dizer se eu peguei alguma coisa com ele”, disse.

Aragão continuou dizendo que o próprio Stalin seria exemplo de mudança de lado por interesse e por conveniência ao apoiar o governo do Estado. Stlin assumiu que já foi duro contra o governador Siqueira Campos (PSDB), mas se arrepende. “Eu me arrependo de ter falado mal do Siqueira. Eu assumo que falei, mas me arrependo” disse.Segundo Stalin o posicionamento de Aragão é pessoal e com excessos. “Eu penso que vossa excelência se excede, não negocio nada para que acabe meu caráter”, pontuou.

Sem negociação com governo

Aragão, visivelmente alterado, continuou disparando que o deputado Stalin deveria respeita-lo e que ele jamais fez uma acusação contra ele. “O senhor não pode dizer isso. O senhor tem que respeitar um homem. Eu nunca disse que o senhor recebeu alguma coisa”, explicou. Aragão terminou dizendo que jamais votará com o governo Siqueira Campos (PSDB). “Prefiro sair da vida pública do que votar com essa governo”, finalizou.