Esporte

Foto: Washington Luiz

A Meia Maratona do Tocantins tem se tornado um programa para um público cada vez mais diversificado. Na XIII edição, realizada neste domingo, 24, em Palmas, reuniu quase duas mil pessoas entre crianças, idosos, alunos da Apae, grupos de atletas, academias, profissionais, amadores e estreantes, consolidando-se como o evento esportivo mais popular do Estado.

Moacir Ito reuniu 10 pessoas entre amigos e familiares para competir em equipe, todas descendentes de japoneses. O grupo representou a Associação Nipo-Brasileira do Tocantins. “Uma maneira de valorizar as tradições e cuidar da saúde”, destacou o corredor. 

José Gonçalves participou da Meia Maratona do Tocantins apenas para realizar um desejo do filho, Thalysson Vieira Gonçalves, que, por causa de um problema de saúde, não consegue andar. Ele levou o filho na cadeira de rodas por todo o percurso de dois quilômetros. “Emprestei as minhas pernas para que ele se sentisse realizado. A alegria dele durante a prova me emocionou muito”, contou Gonçalves.  

Superação 

A jornalista Inez Freitas nunca havia participado de uma corrida nem em treinamento. Ela começou a fazer caminhada há quase dois meses e encarou o desafio de correr os 7 quilômetros. “Comecei a fazer atividade para emagrecer, incentivada pelos colegas. Como fiquei muitos anos sedentária, me inscrevi na Meia Maratona com o objetivo de completar o percurso”, disse. Mas, a jornalista superou a meta. Terminou em primeiro lugar na categoria Imprensa e já prometeu competir no próximo ano. 

Depois da estreia na corrida, em 2000, Alexandre Santiago Filho, de 57 anos, não parou mais de competir. Já são 13 anos de Meia Maratona. “Não perco por nada. É maravilhoso chegar à linha de chegada”, disse. José Otávio Burjack, de 63 anos, chegou tranquilo, após os 21 quilômetros de corrida, esbanjando energia. “Queria fazer o dobro desse percurso. Estou acostumado a correr 42 quilômetros. Já fiz 26 maratonas”, frisou o corredor, revelando, ainda, que venceu a Meia Maratona nos últimos três anos, na categoria de 60 a 64 anos.  

A cada ano, a Meia Maratona do Tocantins reúne um público maior e mais diversificado, mostrando que é um evento que chama a atenção de toda a família. (Ascom SEL)