Polí­tica

Foto: Divulgação

Conforme sentença do  Tribunal Regional Eleitoral o prefeito de Guaraí, Genésio Ferneda (PSD) e de seu vice, Bené da Voice (PPS), foram cassados nesta sexta-feira, 29, pelas acusações de a captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico dentre outras. Ferneda e Bené foram alvos de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), proposta pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) logo após a eleição de 2012.

Com a decisão quem assumirá interinamente o Comando do Executivo é o presidente da Câmara de Municipal, vereador Claudio Alencar Leão (PSB). Contudo está previsto para a próxima semana a diplomação do segundo colocado no pleito do ano passado, Francisco Sobrinho e seu vice Carlos Gomes (PSC).

Os gestores afastados ainda podem recorrer da decisão na Justiça Eleitoral. A sentença é assinada pelo juiz Fábio Costa Gonzaga.