Educação

Foto: Divulgação

A cerimônia de premiação aconteceu nesta sexta-feira, 06, na sede do Ministério Público do Tocantins (Mpe-To), professores e alunos receberam certificados. "Para mim, o projeto não acaba aqui. Foi muito importante vivenciar esta experiência e agora quero continuar cobrando ações concretas das autoridades responsáveis", disse Wallas de Sousa, estudante do Centro de Ensino Médio Tiradentes e membro da equipe vencedora do Projeto

As três equipes vencedoras foram grupos formados por estudantes do CEM Tiradentes, localizado na 806 Sul. Em terceiro lugar ficaram os estudantes da equipe "Jovens Cidadãos", que receberam um porta-retratos digital como premiação. A segunda posição ficou com os jovens do grupo "Convicção de Melhoria e Mudanças", que ganharam uma câmera digital. A grande campeã, a equipe "Patrulha do Direito", levou um tablet para cada estudante e uma viagem cultural para São Paulo, na companhia dos profissionais da escola que ajudaram no desenvolvimento do trabalho.

A Procuradora-Geral de Justiça do Tocantins, Vera Nilva Álvares Rocha Lira, destacou o empenho dos professores e diretores das três escolas estaduais participantes. "A parceria com a Secretaria Estadual de Educação e Cultura, por meio do secretário Danilo de Melo, foi de suma importância para que este projeto alcançasse seus objetivos. O Ministério Público do Tocantins está com o sentimento de dever cumprido e queremos ampliar as ações para Gurupi e Araguaína", disse Vera Nilva.

Prestigiou o evento, representando a Secretaria Estadual da Educação e Cultura (Seduc), a subsecretária de educação básica, Cristiane Fuzo, que expressou interesse em continuar com a parceira do Projeto na edição do próximo ano.

Também participaram da cerimônia os Promotores de Justiça padrinhos do projeto, Beatriz Regina Lima de Mello, Edson Azambuja, Miguel Batista de Siqueira Filho e Célio Sousa Rocha, além do Ouvidor-Geral do MPE, Procurador de Justiça Alcir Raineri. (Ascom MPE)