Estado

Foto: Divulgação

Para criticar o deficiente serviço à população das agências bancárias do Banco do Brasil de Araguaína, o deputado federal César Halum se reuniu na ultima semana com o gerente nacional de atendimento, Leonel Juscelino, em Brasília. Halum solicitou melhoria no atendimento ao público e melhor manutenção dos bancos.

O deputado cobrou providências do Banco do Brasil, para a falta de manutenção dos caixas eletrônicos, uma vez que de acordo com ele, em Araguaína, os usuários chegam a ficar nas filas cerca de 1 hora ou mais, às vezes só para pegar senhas de atendimento.

“Por que não constroem ou ampliam mais agências? Nos finais de semana, na véspera de sair os pagamentos dos servidores públicos, os caixas eletrônicos ficam com a opção saque indisponível, deixando os cidadãos sem receber seus salários. É uma vergonha.”, asseverou.

O parlamentar lembra que episódios de desrespeito aos consumidores não são isolados em Araguaína, mas que em diversos municípios acontecem os mesmos fatos. Leonel Juscelino reconheceu as reclamações de César Halum e afirmou que as encaminhará à presidência nacional do Banco do Brasil e à superintendência regional do Tocantins para que os problemas sejam sanados. “A respeito dos caixas eletrônicos, vamos iniciar um estudo para terceirizar a manutenção dos mesmos, assim não ficarão com a opção saque indisponível aos finais de semana”, disse.

“Não dá mais para a gente tolerar isso. Reclamos dos bancos oficiais porque todos sabem que são privilegiados com as contas do Governo Federal, Estadual, Municipal, FGTS, PIS, Pasep, etc, que lhes dão excelentes volumes de depósitos e rendimentos, e por isso devem ter excelência no atendimento”, concluiu Halum, que chegou a reclamar da ausência de bebedouros e superlotação das agências.