Polí­tica

O deputado estadual Sargento Aragão (Pros) foi à tribuna rebater as declarações de Stalin Bucar de que a oposição quer tirar proveito político da CPI do Igeprev que deve ser aberta na Casa de Leis. Bucar disse que o objetivo é atingir politicamente o secretário de Relações Institucionais e pré-candidato ao governo, Eduardo Siqueira Campos.“Ninguém quer atribuir nada ao secretário principalmente com objetivo político até porque é o último  colocado dos candidatos que estão aí. Então para quê?”, rebateu.

 Aragão frisou que os desvios no Igeprev são o maior rombo da história da previdência do Brasil.

 Os deputados discutem  para definir qual CPI será aberta primeiro: a do Igeprev ou a da Saneatins que foi proposta antes mas não tem o mínimo as oito assinaturas obrigatórias. A CPI do Igeprev foi apresentada em regime de urgência.

Stalin, após as discussões sobre o assunto, pediu que sua assinatura fosse retirada do pedido de abertura da CPI do Igeprev.