Polí­tica

O senador João Ribeiro, 59 anos, que faleceu na manhã desta quarta-feira, 18 de dezembro, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, receberá honras militares e será velado no saguão do Palácio Araguaia. O Governador Siqueira Campos também decretou luto oficial por três dias. João Ribeiro, morreu após mais de um ano de luta contra uma doença rara (síndrome mielodisplásica hipertrófica - SMD), que o levou a um transplante de medula óssea e reduziu sua imunidade.

 O Governador Siqueira Campos lembrou que ele e João Ribeiro sempre caminharam juntos na política, desde a primeira eleição do então jovem João da Ótica a vereador de Araguaína, em 1982.

 "Como deputado federal contribuí para sua eleição a vereador, um dos mais destacados de Araguaína, e para presidente da Cooperativa dos Garimpeiros de Serra Pelada, ao conseguir autorização com o Ministro de Minas e Energia, César Cals, para que João Ribeiro pudesse participar da disputa", afirmou o Governador.

 Depois disso, João Ribeiro foi eleito deputado estadual por Goiás, quando se posicionou favoravelmente à criação do Estado do Tocantins, prefeito de Araguaína, deputado federal por dois mandatos e Senador da República também por duas vezes.

 O governador Siqueira Campos disse que sempre teve a alegria da companhia, do apoio e do companheirismo do senador João Ribeiro, a quem visitou durante a evolução do tratamento e nos últimos dias vinha mantendo contato com familiares, mas sem poder falar com o senador, que se encontrava na UTI. "Participei ativamente das correntes de orações pela sua recuperação. Infelizmente ele perdeu a batalha pela vida, mas foi um vitorioso, abençoado por Nossa Senhora Aparecida, de quem era devoto" enfatizou Siqueira Campos.

 O Governador determinou que o corpo do senador João Ribeiro seja recebido com honras militares - o corpo do senador desfilará em carro aberto até o local onde será velado. O Governador convida todos os tocantinenses para prestarem as últimas homenagens ao líder político.

Por: Redação

Tags: João Ribeiro, Siqueira Campos