Campo

Foto: Divulgação

Cerca de 150 produtores da região de Figueirópolis, Sul do Estado, participarão às 8 horas na sexta-feira, dia 20, de uma palestra de apresentação do Programa Eco Seringueira. Durante o encontro, que foi solicitado pela gestão do município, serão apresentadas as especificidades da produção de seringueira e suas vantagens para a agricultura familiar. A palestra será realizada no Salão Paroquial da cidade e contará com a presença do secretário da Agricultura e Pecuária, Jaime Café de Sá.

Para Café, a região de Figueirópolis tem grande potencial para o desenvolvimento da silvicultura. “Além de já contar com municípios vizinhos que já plantam florestas de seringueiras e têm bons resultados, Figueirópolis está numa região de fácil escoamento da produção, o que é bastante interessante do ponto de vista mercadológico”, frisou.

Segundo o coordenador de Agroenergia da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro), Luiz Eduardo Borges Leal, o objetivo do evento é explicar o funcionamento do programa aos produtores. “Serão abordadas questões técnicas da heveicultura bem como os benefícios deste tipo de produção para o pequeno agricultor e as linhas de crédito disponíveis”, afirmou, acrescentando que ao final da apresentação será realizado um cadastro dos interessados em participar do programa, para posteriormente elaborar o pré-projeto de cada propriedade.

Eco Seringueira

Criado em 2011, junto à Coordenadoria de Agroenergia da Seagro, o Programa Eco Seringueira visa desenvolver o potencial do Estado para o plantio de florestas, por meio de reuniões e dias de campo, além de apoio para elaboração do projeto técnico para as propriedades rurais. Em 2011 a área de heveicultura no Estado era de 1.840 hectares, enquanto este ano, estudos preliminares apontam para uma área de 6.825 hectares, o que representa um aumento de 270%. (Ascom/Seagro)