Economia

Foto: Valério Zelaya

Contrapondo o mau desempenho das vendas de natal registradas em todo Brasil, o comércio varejista da capital apresentou crescimento nas vendas de fim de ano. No comércio em geral a Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas previa uma movimentação de R$ 52 milhões de reais durante este período de festas. Expectativa superior a 2012 quando a circulação girou em torno de R$ 35 milhões.

Maria de Fátima de Jesus, proprietária da rede de supermercados Quartetto, acredita que a expectativa foi superada. “Esperávamos um aumento de 18% nas vendas e registramos 23%. Produtos típicos da época como panetones, vinhos e aves, foram o pivô deste crescimento, outro fator é o aumento populacional da cidade e a melhoria na renda dos palmenses,” comemora.

Ainda de acordo com Maria de Fátima, a previsão é que a rede de supermercados “feche o ano com números ainda mais otimistas, 28% de crescimento nas vendas”.

O palmense aproveitou o 13° para ir às compras também em lojas de produtos duráveis. Em Taquaralto, Região Sul de Palmas, a rede Nosso Lar ainda não fechou um balanço das vendas, mas pelo resultado parcial acredita ter vendido aproximadamente 17% a mais que nos demais meses do ano. “Os celulares e os produtos da linha branca foram os grandes motivadores deste crescimento” analisa o subgerente da loja, Elivaldo Nogueira.

“Neste ano houve uma movimentação atípica, em vez de muita gente em poucos dias, tivemos uma procura constante desde o início do mês e agora com o reajuste do IPI, previsto para dia 1º, as vendas continuaram aquecidas mesmo após o Natal”, finaliza.