Polí­cia

Foto: Divulgação

Até o final desta semana, todas as unidades que compõem o sistema penitenciário do Tocantins, receberão detectores de metal nos modelos portátil e assento magnético. Ao todo, 43 objetos de cada, conforme informou o coordenador do Sistema Penitenciário e Prisional do Estado, Jean Silveira.

Os aparelhos já chegaram às unidades de Araguaína, Gurupi, Araguatins, Babaçulândia, Tocantinópolis, Augustinópolis e Peixe. A aquisição totalizou um investimento de R$ 82.087,00 e aumentará a segurança no ambiente carcerário, auxiliando na realização de uma revista minuciosa que preserve a privacidade do visitante.

Segundo o supervisor de educação e saúde prisional, Bionor Vaz Teixeira, outra quantidade será adquirida para substituição em casos de defeito e emergência. “O objetivo é evitar que entrem nas unidades, objetos que coloquem em risco a segurança do local e de seus envolvidos, além de proporcionar uma revista mais humanizada”. A possibilidade de aquisição de outros equipamentos como raios-X e scanners está em análise pela Secretaria de Defesa Social, órgão que administra o Sistema Penitenciário e Prisional do Estado. (Ascom/Seds )