Educação

Foto: Divulgação

Dentro da política de incentivo a educação superior no Estado, a Universidade do Tocantins (Unitins), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) e a Universidade Aberta do Brasil (UAB) irão implantar 10 novos pólos no Estado neste ano. Essa ação foi acertada pelo Fórum Estadual Permanente de Apoio à Formação Docente, com investimento inicial em cada polo de aproximadamente R$ 300 mil. Com as novas unidades, ao todo serão 25 polos no total, um benefício a milhares de estudantes. Atualmente, 1.003 tocantinenses estão cursando ensino superior gratuito pelo sistema à distância.

Os municípios que receberão os polos são: Colinas, Tocantinópolis, Natividade, Palmeirópolis, Paraíso, Miracema, Formoso do Araguaia, Pindorama, Araguaçu e Augustinópolis. Serão cerca de 40 vagas para os cursos de letras, matemática, pedagogia e computação. “O governo tem trabalhado para expandir esses novos polos com a intenção de capacitar a população que não tem condições, principalmente do interior, de se deslocar até a capital para estudar”, informou Wilmar Santiago, assessor técnico da Sedecti.

Em 2013, o Tocantins foi classificado pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, ligada ao Ministério da Educação) como o Estado que conta com a segunda melhor gestão de polos do país. Entre outros pontos elencados, destaque ao número de estudantes matriculados, mais de três mil, e a distribuição territorial ao alcançar comunidades de norte a sul.

A assistente administrativa, Ediane Vieira, fez dois cursos à distância e planeja cursar uma pós-graduação pelo mesmo sistema de ensino. Para ela a experiência de estudar assim, surpreendeu-a. “O professor se prepara melhor, tem mais didática, se fundamenta melhor. Eu recomendo, porque consegui adequar meus estudos ao trabalho, as atividades de casa e à família”, explicou.

UAB

O sistema UAB objetiva ampliar e interiorizar o acesso ao ensino superior público e gratuito por meio de cursos de graduação à distância. O que também incentiva a formação de professores nas redes públicas, com oferta de licenciaturas para o exercício da função.

Os polos servem como apoio para a realização de atividades obrigatórias dos cursos que requerem a presença do aluno, como laboratórios, tutorias e avaliações. Em 2013 a Universidade de Brasília (UnB) formou as primeiras turmas de licenciatura no Tocantins, nos cursos de administração, artes visuais, educação física e música.

Confira informações e o contato de cada polo no seguinte link: http://www.uab.capes.gov.br/index.php?option=com_wrapper&view=wrapper&Itemid=11.

Vestibular

O vestibular UAB/Unitins selecionará candidatos para os cursos de pedagogia, letras, computação e administração pública, distribuídos em dez polos sediados nos municípios de Alvorada, Araguatins, Cristalândia, Dianópolis, Guaraí, Mateiros, Nova Olinda, Palmas, Porto Nacional e Taguatinga. O processo seletivo está marcado para o próximo domingo, 19.

Das vagas disponíveis para os cursos de pedagogia, letras e administração pública, em cada polo, 50% são disponibilizadas aos professores da rede pública. Para o curso de licenciatura em computação, nos polos de Cristalândia, Dianópolis e Nova Olinda, 20 vagas serão disponibilizadas aos professores da rede pública.

Polos, cursos e número de vagas:

Alvorada: Pedagogia, 50 vagas, e Letras, 50.

Araguatins: Pedagogia, vagas 50, e Letras, 40.

Cristalândia: Pedagogia, 50 vagas, e Computação, 35.

Dianópolis: Pedagogia, 50 vagas, Letras, 40, e Computação, 35.

Guaraí: Pedagogia, 50 vagas, e Letras, 50.

Mateiros: Pedagogia, 50 vagas, e Administração Pública, 50.

Nova Olinda: Pedagogia, 50 vagas, e Computação, 35.

Palmas: Pedagogia, 45 vagas, e Letras, 40.

Porto Nacional: Pedagogia, 50 vagas, e Letras, 40.

Taguatinga: Pedagogia, 50 vagas, e Letras, 50. (Ascom ATN)