Estado

Foto: Divulgação

O governo do Estado lançou em reunião realizada no Palácio Araguaia, uma linha de crédito especial para fomentar empreendimentos turísticos e fortalecer o setor que desponta como uma das alternativas para o desenvolvimento da economia estadual. Ao todo, os empreendedores interessados nos financiamentos podem recorrer a empréstimos no valor que variam entre R$ 5 mil a R$ 500 mil, com pagamento previsto em até 48 vezes.

A iniciativa, de acordo com o governador Siqueira Campos, vem a fomentar uma estrutura que envolve mais de 50 setores da economia. Segundo o gestor, mais do que simplesmente fortalecer o turismo no estado, os investimentos no setor geram empregos, renda e, principalmente, oportunidades a quem precisa. “A meta é fomentar as atividades econômicas, gerando mais empregos, oferecendo oportunidades. Todos nós estamos buscando aumentar o poder de atração de Palmas e do Tocantins como um todo”, completou.

A linha de crédito será oferecida pela Agência de Desenvolvimento Turístico do Estado (Adtur), juntamente com a Agência de Fomento do Tocantins (Fomen-TO). Segundo Siqueira Campos, a iniciativa visa à efetividade nas ações para fomentar o setor turístico do Estado. “Temos que estruturar esta área, seja no setor público, seja na iniciativa privada. O empresário sabe que sem dinheiro não vai conseguir investir e se desenvolver”, frisou.

Com taxas de juros que variam de acordo com o tipo de capital solicitado, a linha de crédito oferecida ao trade turístico do Tocantins abrange desde os grandes empresários do setor, até os micro e pequenos empreendedores que queiram desenvolver seus negócios. “As taxas de juros são de 3% ao ano mais acréscimo da taxa Selic para capital fixo e de 1,96% ao ano para capital de giro” explicou o diretor operacional da Agência Fomento, José Antônio de Souza Filho. Segundo o técnico da Agência, para conseguir os créditos é preciso que os empreendedores procurem a Fomen-TO e apresentem projeto de viabilidade econômico-financeira, e não constem em cadastros de crédito, como SPC e Serasa.

Segundo a presidente da Adtur, Nilmar Ruiz, os períodos de carência e de pagamento são outro facilitador oferecido na nova linha de crédito do governo do Estado. De acordo com a gestora, quem contratar o empréstimo junto à Agência de Fomento tem seis meses de carência, com até 48 meses para quitar o financiamento. “O nosso objetivo é fomentar o turismo, receber melhor os nossos visitantes e dar apoio aos pequenos, médios e grandes empreendedores que queiram desenvolver atividades no nosso Estado”, explicou.

Repercussão

Para os empresários e demais gestores de turismo a iniciativa chega em uma hora propícia para o desenvolvimento deste setor específico. De acordo com o presidente da seccional Tocantins da Associação Brasileira de Agentes de Viagem (Abav), Rodolfo Ferreira, desenvolver o setor turístico representa o desenvolvimento da economia como um todo. “Você alavanca o investimento de empresários em turismo e o setor se torna um grande receptor de mão de obra”, disse.

Um dos interessados nas linhas de crédito, o empresário do setor hoteleiro, Evaristo Santos, frisou que pretende investir na ampliação de sua rede e melhorar a estrutura dos hotéis em Palmas. “Esses investimentos chegam numa hora muito boa. O mercado de Palmas está crescendo e isso é uma realidade. Com essa linha de crédito, podemos investir e tornar Palmas um local melhor para os turistas e para a população”, destacou.

Na outra ponta, os financiamentos oferecidos beneficiarão também os pequenos empreendedores, como a dona Inês Veras, que tem uma barraca na praia do Prata, em Palmas. “Eu posso usar esse dinheiro para investir em melhorias na barraca, em cadeiras e mesas”, explicou. (ATN)