Cursos & Concursos

Foto: Sandro Souza

O Governo do Estado oferece mais de 600 modalidades de cursos de qualificação por meio do Pronatec Tocantins sem Miséria (Pronatec Social) para o ano de 2014. Os cursos estão disponíveis para os 138 municípios do Estado que pactuaram as ações no ano de 2013. As informações foram divulgados durante a reunião de apresentação do Plano de Execução das Ações e Serviços na Área de Inclusão Produtiva, realizada nesta quarta-feira, 5, na Secretaria do Trabalho e da Assistência Social (Setas). A inclusão produtiva é o terceiro eixo de atuação do Plano Tocantins sem Miséria.

Segundo o diretor de Inclusão Produtiva da Setas, Valter Frota, até o momento, 54 municípios do Estado aderiram aos cursos do Pronatec disponíveis para 2014 e as demais cidades têm até o dia 28 de fevereiro para realizarem a adesão junto ao Sistec (Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica). Frota afirma: “O Pronatec 2014 vem com inúmeras novidades e melhorias para os municípios e alunos. Este ano, teremos mais 100 modalidades de formação, tudo com o intuito de atender as demandas do mercado e possibilitar que mais pessoas tenham acesso ao trabalho”.

Comitê Gestor do Plano Tocantins sem Miséria

O encontro de apresentação dos planos de ação para 2014 reuniu representantes dos inúmeros órgãos e instituições envolvidas no enfrentamento à extrema pobreza no Estado. Segundo Valter Frota trata-se do primeiro encontro da esfera estadual do Comitê Gestor do Plano Brasil sem Miséria no Tocantins e explica: “Durante todo o ano de 2013 reunimos os representantes municipais e elegemos os comitês, agora, estabeleceremos a esfera estadual. Os conselheiros e suplentes estaduais deverão tomar posse em breve”. Expõe.

O comitê estadual será composto de representantes das secretarias da Educação, Saúde, Defesa Social, Agricultura, Juventude, Esportes, das autarquias, Prodivino, Agência Tocantinense de Saneamente (ATS), Agência Tocantinense de Regulação (ATR), além de membros do Banco do Brasil, Caixa Econômica, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Sebrae, Senac, Senar, Senat entre outras. O Comitê será gerido pela Secretaria do Trabalho e Assistência Social, Setas.

Para a superintendente regional do Sebrae, Márcia Rodrigues de Paula, a reunião foi um importante momento para apresentar e apreciar os planos para 2014 avaliando a possibilidade de trabalhos em parceria. “Trata-se de um encontro com o foco muito grande no desenvolvimento. Com a convergência de ações podemos otimizar recursos e dar efetividade aos resultados e quem sai ganhando com isso é a população”, declarou.

A reunião contou com a presença da subsecretária da Assistência Social, Vicença Lino, o secretário da Juventude, Rolf Vidal, o presidente do Prodivino, Isamar Moraes, o presidente da ATS, Edmundo Galdino, e representantes das demais instituições que comporão o Comitê Gestor do Plano Tocantins sem Miséria.

Números 2013

A proposta do governo do Estado desenvolvida em 2013 e que será ampliada em 2014 tem como principal objetivo investir na qualificação profissional e inclusão produtiva para o enfrentamento da extrema pobreza. Neste sentido o Governo conta com uma rede de parceiros trabalhando desde a qualificação até o financiamento de pequenas iniciativas empreendedoras.

Em 2013, foram 9.368 pessoas qualificadas por meio do Pronatec Social e 2.368 famílias atendidas com cursos de inclusão produtiva. O Prodivino financiou 2550 pequenas iniciativas de negócio com o programa Nossa Oportunidade. Já o Banco do Brasil e Caixa Econômica, juntos, realizaram mais de 16 mil operações de crédito por meio do Microcrédito Crescer.