Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Na tarde desta segunda-feira, 10, a Gerência de Fiscalização Ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) atendeu uma ocorrência no Jardim Aureny III, solicitada por uma moradora do bairro.  Ao chegar à residência da senhora Kelia dos Santos Cruz Menezes, a equipe recebeu um filhote de veado de aproximadamente dois meses de vida.  De acordo com a moradora o filhote foi encontrado em sua chácara próxima a capital.

Para o inspetor Belo de Freitas, responsável pela ocorrência, tudo indica que o filhote de veado seja órfão e deverá ser criado em cativeiro. “O filhote será encaminhado para o centro de triagem do Naturatins em Araguaína onde será verificado o estado de saúde e será criado em cativeiro”, disse.

O inspetor Freitas orienta os moradores que em caso de surgimento de animais silvestres, peçonhentos e não peçonhentos, em áreas residenciais, é necessário chamar o órgão ambiental através do 190 do Sistema Integrado de Operação (SIOP),  para que possa fazer a captura do animal com segurança. Freitas elogiou a iniciativa da moradora. “Ela fez exatamente o procedimento indicado para situações como estas”, disse.

jiboia capturada em orquidário da capital

Na tarde desta segunda-feira, 10, a fiscalização ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) capturou uma cobra jiboia no orquidário, localizado na Diretoria do Meio Ambiente.

A cobra estava escondida no telhado do orquidário e levou algum tempo para ser capturada, pois se escondeu entre as telhas e os caibros. Durante a captura, que foi acompanhada por servidores da pasta, foi utilizado um cambão para a retirada do réptil do telhado.

O espécime não é venenoso e foi colocado em um saco de captura e será devolvida ao seu habitat natural, na Área de Preservação Ambiental de Lajeado. (Secom Palmas)