Palmas

Foto: Divulgação

Ao retornar da missão técnica realizada em Singapura, no sudeste Asiático, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, destacou o resultado positivo da missão da qual participam 30 educadores palmenses. Amastha retornou na tarde desta sexta-feira, 28, e o restante da comitiva chega a Palmas na segunda-feira, 03.

“O intercâmbio foi fantástico, atingiu os objetivos e expectativas. A educação em Singapura possui um modelo muito avançado que nos motiva a tornar a trabalhar para que a nossa educação, que já é referência, alcance um novo patamar, com foco na educação de qualidade e oportunidades”, destacou Amastha.

O prefeito ainda salientou que a programação do encontro contemplou as diferentes etapas do sistema educacional do País que é referência mundial na área. “A programação, preparada pelos diretores de escolas, contou com um conteúdo que apresentou novos parâmetros e que estimula Palmas a evoluir nesse sentido”.

empresários locais. “Fizemos bons contatos durante a viagem. Singapura possui a vantagem de ser pequena e possuir muito capital para investir e mostramos que Palmas é o local ideal para esse investimento. A expectativa é que em março possamos receber a visita de um desses empresários”, informou.

Missão

A missão a Singapura está inserida no Programa de Modernização da Gestão Escolar, promovido pela Secretaria de Planejamento e Gestão, por meio da Escola de Gestão Pública Municipal (EGP), e tem como objetivo preparar os profissionais da educação básica, aperfeiçoando-os para o desempenho efetivo de liderança, desenvolvendo neles os saberes essenciais para uma gestão de excelência nas escolas da rede pública de Palmas.

Durante a viagem, os educadores participaram de palestras sobre o panorama do Sistema Educacional de Singapura, o papel do diretor escolar como um líder educacional, gestão de recursos da Escola, planejamento estratégico entre outros temas. Também foram realizadas visitas técnicas aos projetos educacionais desenvolvidos naquele País.