Palmas

Na tarde de hoje, 24, durante assembleia extraordinária, conselheiros de previdência do Instituto de Previdência Social do Município de Palmas (PreviPalmas) constaram em ata a solicitação ao executivo municipal que a escolha para a presidência do órgão seja de um servidor de carreira, ou seja, exercida por um servidor efetivo.

Para Edson Caldas, presidente do Conselho de Previdência, a solicitação deve se a experiência com o ex-presidente do PreviPalmas, Neyzimar Cabral, exonerado na última semana. “Houve uma anuência entre os trabalhos do órgão com o conselho, pelo fato do ex-gestor ser um servidor do quadro da Prefeitura de Palmas, assim como nós, por isso, entendemos que esse seja o caminho, instituir que o PreviPalmas seja presidido por um servidor efetivo”.

O presidente do conselho ainda completou que “é bem mais fácil um servidor de carreira zelar pelo que é nosso, do que um que venha de fora sem qualquer vínculo e comprometimento com esse Regime de Previdência”, acrescentou.

Por: Redação

Tags: Prefeitura de Palmas, Previpalmas