Polí­cia

Foto: Divulgação

O comandante geral da Polícia Militar do Tocantins, coronel Luís Cláudio Gonçalves Benício, reuniu-se com o efetivo da capital, na manhã desta sexta-feira, 4, no auditório do QCG – Quartel do Comando Geral, para agradecer à corporação pela colaboração durante o seu comando. Na oportunidade, ele também apresentou os coronéis que irão compor o  Comando Geral da Polícia Militar a partir deste sábado, dia 5 de abril.

Após a passagem de comando, que será realizada ainda hoje pelo governador Siqueira Campos, a PM no Estado será comandada pelo coronel Gilberto Nogueira da Costa (atual chefe do Estado Maior); O chefe do Estado Maior será o coronel Jaizon Veras Barbosa (atual subchefe da Casa Militar) e subchefe do Estado Maior, coronel Glauber Oliveira Santos ( atual diretor presidente da Fundação Pró-Tocantins).

Ao se pronunciar, Coronel Benício destacou que não queria deixar a impressão de que estava “saindo pela porta dos fundos”, e deixava o comando com a mesma transparência com que entrou e que se manteve durante sua gestão. Benício disse que estava ali, exclusivamente, para agradecer a todos os policiais que o ajudaram, e que a colaboração de cada um foi muito importante para o desenvolvimento do seu comando.

Benício ainda deixou claro que estava se despedindo apenas do comando geral, “pois não me vejo fora da corporação tão cedo. Mesmo sabendo que não podemos nos apegar a isso aqui (a corporação) como se fosse nossa,  porque a Polícia Militar é do povo”, enfatizou.

Ao apresentar a nova cúpula da PM, coronel Benício pediu o apoio de todos, “e que mantenham este mesmo padrão adotado nos últimos tempos, uma vez que há muito não se via tanta harmonia entre comando e tropa”. O coronel lembrou ainda que, ao ser questionado pela secretária de Segurança Nacional, sobre o equilíbrio da PM no Estado, respondeu com plena convicção de que aqui se tem uma polícia tranquila.