Polí­tica

Foto: Divulgação

Em fase final de visitas ao interior tocantinense, o PMDB Novo, liderado pelo deputado federal Júnior Coimbra, concluiu no domingo, 06, a 136ª cidade dos 139 municípios do Estado. O grupo, que afirmou a necessidade de mudanças em relação à forma de governar, é composto pelo ex-governador Carlos Gaguim, pré-candidato ao Senado, o deputado estadual José Augusto, pré-candidatos a deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores e membros do partido.

Nas visitas iniciadas na última quinta-feira, 03, os peemedebistas enfrentaram mais de 600 quilômetros de estrada de chão para chegar às cidades de Mateiros, São Félix do Tocantins e Lizarda, que ficam situadas na região do Jalapão. O vereador Catânio Neres (SD) de Lizarda que acompanhou a agenda durante todo o dia, afirmou a necessidade do asfalto na região, uma vez que a população se encontra com dificuldades no acesso às outras cidades principalmente no verão. “Hoje a comunidade está no isolamento, a população que se encontra nesta situação não acredita mais nas melhorias por tantas promessas em vão por parte deste governo”. 

Durante o trajeto Júnior Coimbra aproveitou e parou nas sedes da Ruraltins, e presenciou a situação de descaso por parte do poder público em relação aos funcionários. “Cheguei lá e um funcionário me mostrou a acomodação deles, não pude acreditar que não tinha condições humanas para nosso povo trabalhar, estava sem porta e o funcionário me contou que não conseguem dormir direito durante os sete dias e meio que permanecem lá, pois se quer tem portas para isolar o local e evitar que animais peçonhentos entrem, está precário e em total abandono”, contestou Coimbra. 

Na sexta-feira, 04, o grupo seguiu para Novo Acordo, Aparecida do Rio Negro e Paraíso do Tocantins. Em Aparecida do Rio Negro, o ex-prefeito Suzano Lino (PMDB), afirmou ao público presente que o ciclo de Siqueira Campos no estado estava se encerrando naquele dia. “Hoje quatro de abril de 2014 encerra uma era no Tocantins, esse governo fez muito por este Estado, mas nesse último mandato deixou a desejar. Devo dizer que nosso adversário chama Siqueira Campos e sua família”. Assegurou o ex-prefeito em relação a Siqueira. 

No sábado, o grupo que esteve presente em Monte Santo e Aliança do Tocantins continuou a ouvir reclamações em relação ao governador que já tinha renunciado. Em Monte Santo, o empresário Nélio Furtado, lembrou uma fala que Siqueira disse em seu discurso nas últimas eleições. “O governador disse aqui na sua campanha – jeito de fazer tem é só não roubar – eu não sei o que aconteceu porque ele não fez nada”.

José Augusto Pugliesi que é pré-candidato à reeleição, afirma que o total abandono que o Estado vem passando, em todas as áreas, sem exceção, tem dias contados e espera que o povo não acredite na mentira que foi contada na eleição passada. “Criaram um figura de um tal  Siqueirido, mas na verdade o que o povo viu atuando foi o Sicarrasco, não fez nada para melhorar a situação do nosso povo tocantinense”, disse Pugliesi aos companheiros presentes nas reuniões.

A última reunião da semana que aconteceu ontem, 06, em Miranorte, contou com a presença de três ex-prefeitos da cidade, além do presidente do PMDB de Miracema, Júnior Noleto, e de dois vereadores também do PMDB de Rio dos Bois. O vereador Edson Sousa (PT), de Miranorte, lembrou ao público presente do rombo do Instituto de Gestão Previdenciária, IGEPREV aos cofres públicos. “É uma vergonha o descaso do atual governo com nossos professores e funcionários públicos”. Lembrando à todos que a dívida vai trazer prejuízos aos funcionários públicos quando se aposentarem.

As perguntas das pessoas presentes nas reuniões após a renúncia de Siqueira é quem vai governar o estado nestes meses restantes. Júnior Coimbra lembra a todos que sua pré candidatura ao governo do estado é para concorrer nas eleições diretas, estas que acontecem em outubro, mas garante que o PMDB colocará um nome para disputar as eleições indiretas na Assembleia Legislativa.