Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente da Câmara de Palmas, vereador Major Negreiros (PP), repudiou a decisão do ex-governador do Estado, Siqueira Campos (PSDB), em deixar o governo antes do fim de seu mandato. “Respeito toda sua história, mas é lamentável a forma como ele agiu”, afirmou. De acordo com o vereador foi reprovável para a população, que elegeu o ex-governador como representante, ter recebido esse tipo de atitude como resposta ao seu voto. “O povo acreditou nele como governante. Se fosse para beneficiar o povo seria aceitável, mas para atender um projeto familiar não”, destacou.

Benefícios para a PM

Negreiros também criticou a forma desrespeitosa do governo com os Policiais Militares (PM) e Bombeiros do Estado. “Pegaram a PM e a colocaram no bolso e então fizeram aquilo que quiseram”, disse. O vereador destacou que vai trabalhar junto com a classe Militar para que as melhorias solicitadas sejam atendidas pelo Governo. “O ingresso com nível superior, por exemplo, será um dos nossos trabalhos, pois queremos que ele seja indispensável para o ingresso na carreira militar. Foi isso que a Polícia Civil fez e por isso buscou e conseguiu a valorização”, declarou.

Rebatendo Lúcio

Ainda durante o seu discurso na Tribuna da Casa, Negreiros rebateu as críticas feitas pelo vereador Lúcio Campelo (PR) sobre o requerimento de sua autoria que pede um convênio entre a Prefeitura e os militares da Capital. “Fizemos uma audiência para tratar da Segurança Pública na Capital e o vereador não estava presente na audiência, não viu a reivindicação da população de Palmas por segurança”, destacou.

De acordo com Negreiros, a proposta foi estudada para oferecer mais segurança para o povo palmense e mais uma opção de remuneração para os militares. “Agora se ele (Campelo) me apresentar uma solução para colocar outro profissional treinado e preparado de imediato na rua para defender o cidadão, eu assino junto e vou até o Prefeito para colocá-la em prática”, completou Negreiros ao responder as críticas.