Palmas

Foto: Divulgação

Quem passou pelas ruas da capital no final de semana pôde conferir o trabalho das equipes que realizam a operação tapa-buracos no Município. Graças à dedicação dos funcionários da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp), que trabalharam durante todo o sábado e domingo, no intervalo da chuva, foi possível realizar o serviço com mais rapidez e eficiência, já que o material utilizado, o Composto Usinado a Quente (CBUQ), só pode alcançar a aderência adequada com um determinado tempo para secar. 

Foram recuperados cerca de 900 mil metros quadrados de asfalto até agora. A manutenção começou por locais de maior fluxo como as avenidas JK, Theotônio Segurado e Tocantins, em Taquaralto. Após concluir esses trechos, vinte equipes da Seisp deram continuidade à ação, que se estendeu para o interior das quadras e demais avenidas, além de outros pontos onde surgiam novos buracos. 

Mais equipes

De acordo com a secretária executiva da Seisp, Silvânia Fernandes Barboza, no início do período de chuva, já houve um aumento nas equipes que realizam a operação. "Percebemos que, com o alto índice pluviométrico deste ano, o número de equipes não estaria suprindo a demanda, poissabemos que a chuva provoca buracos ", enfatiza. 

"Além disso, quanto mais chuva, maiores as chances de comprometer ainda mais o asfalto, causando desgaste acelerado, e consequentemente mais buracos", completa.

Usinas

Para evitar que o problema volte a causar transtornos à população, a Prefeitura conseguiu economizar 50 milhões que serão investidos no recapeamento da malha viária urbana. Além dessas ações, está prevista também a aquisição de uma usina para microrrevestimento e outra de asfalto. (Secom Palmas)