Saúde

Foto: Divulgação

As notificações de casos de dengue em Palmas até abril de 2014 sofreram uma redução de 53% em relação ao mesmo período de 2013. Os dados foram apresentados nesta terça-feira, 15, durante a 4ª reunião do Comitê de Mobilização Social contra a dengue, na Secretaria Municipal da Saúde.

De acordo com os dados de janeiro a abril de 2013 foram notificados 5.288 casos de dengue, contra apenas 2.024 no mesmo período de 2014. Entretanto, o diretor de Vigilância em Saúde, Wislay Maciel, ressaltou que mesmo com os números de notificações em declínio é necessário que a população se mantenha vigilante, uma vez que os focos do mosquito da dengue se proliferam rapidamente.

“Somente com a mobilização social conseguiremos diminuir a incidência da dengue, se não houver contribuição da sociedade as notificações aumentam em pouco tempo”, frisou.

Áreas Prioritárias

Na ocasião, o coordenador de Endemias do Centro de Controle de Zoonozes, Ronaldo Oliveira, informou que as ações de controle e combate ao mosquito da dengue estão concentradas em áreas prioritárias, nas regiões norte e sul onde foram identificadas mais focos do mosquito. Atualmente, cerca de 61% das notificações ocorrem na região Sul, 20% na região norte e 19% na região central.

O Jardim Aureny III, na região sul de Palmas é um dos bairros onde há priorização de ações, uma vez que o monitoramento do CCZ detectou há que a região apresenta maior número de focos há mais de 02 anos. Quadras como a 305 e a 307 norte na região norte também são consideradas de risco para incidência da dengue, segundo Oliveira.

Outra questão apontada pelo técnico é sobre os tipos de reservatórios, como pneus velhos em residências, que apresentaram 17% dos criadouros de mosquito. Além dos pneus a liderança dos focos ocorre em depósitos móveis, cerca de 44% seguido pelo Lixo, 25%.

Mobilização

As ações de combate e controle da dengue dependem fundamentalmente da mobilização social e dos parceiros integrantes do Comitê. Durante a reunião parceiros como a Foz Saneatins, Ulbra, Acipa, apresentaram as ações de educação e informação que realizam entre funcionários e sociedade. Dentre as ações apresentadas está a campanha de combate Dengue realizada pela Foz Saneatins no verso do Talão de Água enviado aos consumidores.

Outra ação a ser iniciada na terça-feira, 22, é a Brigada Estudantil de Combate a Dengue, promovida pela Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas em parceria com cursos da área de saúde da Universidade Federal do Tocantins e do Ceulp-Ulbra. (Secom Palmas)