Educação

Foto: Manoel Lima Calendário de reposição de aulas deve garantir o cumprimento do ano letivo Calendário de reposição de aulas deve garantir o cumprimento do ano letivo

A Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc) requereu ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins (Sintet) que sugira o calendário de reposição de aulas dos dias letivos referentes ao período da mobilização grevista deflagrada pela entidade. Em ofício encaminhado à entidade nesta terça-feira, 22, a secretária Adriana Aguiar solicita que a proposta de calendário de reposição seja entregue até a próxima sexta-feira, 25, a fim de agilizar o início das reposições.

A elaboração do calendário por parte do Sindicato atende a uma reivindicação da própria entidade. A Seduc avaliará a proposta, que deve considerar um calendário único para todas as escolas da rede estadual. “Com o apoio das Diretorias Regionais de Gestão e Formação, a Seduc acompanhará a reposição para que sejam garantidos os 200 dias letivos, a carga horária das aulas e também a qualidade do ensino. Nós acreditamos no compromisso dos professores e de toda a comunidade escolar para que os estudantes não sejam prejudicados”, disse Adriana Aguiar.  

Conforme levantamento da Secretaria, são 18 dias letivos a serem repostos.