Campo

Foto: Divulgação

O Tocantins realizará neste mês de maio, um inquérito sobre eficiência vacinal contra a febre aftosa. A Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins – Adapec, fará a coleta do material nas 40 propriedades do Estado que foram selecionadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O presidente da Adapec, Marcelo Inocente Aguiar, ressaltou que a inclusão do Tocantins neste estudo soroepidemiológico de febre aftosa “é de fundamental importância para o Estado, pois o mesmo visa atender as exigências internacionais, principalmente da União Europeia,” disse. Marcelo ainda acrescentou que como o Tocantins vem batendo recorde de vacinação nos últimos anos, e que este inquérito sobre a eficiência vacinal faz parte da rotina do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa – PNEFA.

A diretora de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal, Leila Pessoa explicou que antes de ir a campo, as equipes, formadas por um médico veterinário e um fiscal agropecuário passarão por treinamentos. No dia 05 de maio a equipe técnica da sede da Agência reunirá para traçar as estratégias do estudo, e no dia 08 do mesmo mês serão treinados e entregues os kits das equipes de campo. “Nossa expectativa é concluir a coleta destas amostras até o dia 18 deste mês, e posteriormente, enviaremos o material coletado para o Laboratório Nacional Agropecuário de Minas Gerais que fará a análise,” disse a diretora.

É importante destacar que as propriedades selecionadas estão proibidas de vacinarem os animais e os comercializarem até que saia o resultado oficial do inquérito. A Adapec já notificou todas estas propriedades. Ainda neste semestre será realizado outro estudo sobre a febre aftosa em relação a comprovação da ausência de circulação viral. Além do Tocantins outros 16 estados realizarão inquéritos. (Ascom Adapec)