Estado

Foto: Divulgação Imagem ilustrativa do programa MCMV Imagem ilustrativa do programa MCMV

Em Araguacema, a 297 km de Palmas, no assentamento Santa Clara, cerca de 200 famílias aguardam liberação de recursos para reforma de suas casas por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, administrado pela Caixa Econômica Federal. Segundo Antônio José Silva, presidente da Associação Santa Clara, mesmo com projeto aprovado em dezembro do ano passado, até o momento nada de respostas sobre a liberação dos recursos.

Antônio afirmou ao Conexão Tocantins na tarde desta última segunda-feira, 05, que toda a documentação exigida foi apresentada e procuram por respostas sem obtê-las até agora. “Agente fez toda a documentação e não foi liberado ainda não, estamos é querendo saber a resposta, estamos sem respostas”, disse.

Até fevereiro de 2013, os recursos de construção ou reforma de casas nos projetos de assentamento eram repassados pelo Incra diretamente para administração das associações. No entanto, a partir desta data, estes recursos foram incorporados ao Programa Minha Casa Minha Vida.

O Conexão Tocantins entrou em contato com a gerente responsável pela área de habitação da Caixa Econômica Federal, Cleci Maria Buss, que disse que a responsabilidade das informações sobre a liberação dos recursos é da assessoria de imprensa e marketing da Caixa. Por sua vez a assessoria informou que a responsabilidade cabe ao Ministério das Cidades e pediu para que nossa reportagem pesquisasse o fone do departamento responsável no Ministério e entrasse em contato. O Conexão Tocantins tentou por diversas vezes contato com Ministério das Cidades mas as ligações não foram atendidas.