Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente do Partido Verde no Tocantins, deputado estadual Marcelo Lelis, disse na manhã desta quarta-feira, 07 durante reunião em Araguanã que “o Tocantins pode até ter um governador novo, mas não é um novo Governo”, se referindo a Sandoval Cardoso (SD) que foi indicado ao Governo pelo ex-governador Siqueira Campos (PSDB), que renunciou ao cargo junto com seu vice.

“O governador pode até ser novo, mas as práticas continuam as mesmas que as do governo Siqueira Campos. O descaso com a saúde, a insegurança vivida pela população, sem contar com a falta de gestão e planejamento. Tudo continua como era no governo Siqueira. Nada mudou e nem vai mudar nesse governo”, afirmou.

Para Marcelo Lelis, é preciso reduzir os gastos com custeio, tornar a administração pública mais enxuta e eficiente, modernizar o sistema de arrecadação do Estado, tornando-o mais eficiente, aumentar a capacidade de investimento do Estado. “São ações simples que precisam ser colocadas em prática com urgência”, considera.

Marcelo Lelis está visitando as cidades da região de Araguaína com a sétima edição do Movimento por uma Alternativa de Mudança, promovido pelo Partido Verde. Nesta quarta-feira (07), Lelis, o presidente do PV de Palmas, vereador Joaquim Maia, e a comitiva pevista visitaram as cidades de Carmolândia, Araguanã e Xambioá. Nesta quinta-feira (08), viajam para Barra do Ouro, Babaçulândia, Goiatins e Campos Lindos, terminando a sétima edição do movimento no sábado (10), numa grande reunião de trabalho na Câmara de Vereadores de Araguaína.

O vereador Joaquim Maia falou da importância de se envolver a população nessa discussão sobre o Estado. “O PV quer apresentar um projeto de desenvolvimento com a participação efetiva da sociedade”, disse Maia.

Problemas

Durante a conversa com os moradores de Carmolândia, Araguanã e Xambioá, foram apresentadas algumas de suas necessidades. Em Carmolândia, a saúde é um problema sério e que tem causado sofrimento para a população. Em Araguanã, a melhoria da estrutura da Educação Estadual é uma grande necessidade. Já em Xambioá, a insegurança é uma preocupação. “Isso acontece porque o Estado não tem uma gestão administrativa eficiente. Gasta o dinheiro do povo de forma errada e não tem planejamento”, considera Marcelo Lelis.

 Processo

O PV, PT e PMDB devem ingressar nesta quarta-feira, 07 com mandado de segurança no Tribunal de Justiça e no Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins pedindo a cassação do mandato de governador de Sandoval Cardoso, por falta do tempo de filiação partidária exigido por lei, que é de um ano antes da eleição.