Campo

Foto: Divulgação Estrutura do Parque de Exposição teve que ser ampliada para abrigar três tanques escavados Estrutura do Parque de Exposição teve que ser ampliada para abrigar três tanques escavados

O primeiroParque de Exposição da Agricultura Familiar no Estado do Tocantins sedia a partir desta quinta-feira 15, até dia 18 de maio, a VII edição daFeira de Alimentação e Agricultura Familiar de Palmeiras do Tocantins (FEAPA). Com uma programação diversificada incluindo, cavalgadas, exposição de produtos artesanais a máquinas e implementos agrícolas, animais e produtos da agricultura familiar regional, leilões, comidas típicas de variados sabores, renomados shows artísticos e culturais, além de ações sociais de saúde, educação e defesa do meio ambiente, a Feapa é resultado do esforço coletivo dos moradores do campo e da cidade de Palmeiras do Tocantins.

Nessa nova edição, a estrutura do Parque de Exposição teve que ser ampliada para abrigar três tanques escavados, cujo projeto maior é tornar a Feapa, um Centro de Referência para a Capacitação em Produção de Peixes. Das três unidades demonstrativas, duas será destinada à criação e manuseio de alevinos e a terceira, para atividades de pesque e pague, buscando capacitar os agricultores de Palmeiras e região, com potencial aquícola. 

Com dezenas de stands montados para atender a um público superior aos 25 mil visitantes do ano passado, a expectativa da coordenação do evento é que o volume de negócios, nesses quatro dias, também supere o de 2013, já que nesta VII edição, a Feapa foi regionalizada, absorvendo, além dos municípios tocantinenses circunvizinhos, alguns municípios maranhenses, ao exemplo de Paraíso e Carolina.

Unidades demonstrativas de sistemas alternativos de irrigação de baixo custo, ligadas aos temas das palestras focadas na agricultura familiar, bem como um meliponário (cidade das abelhas), também já estão montadas e os vendedores recebendo treinamento adequado.

Realizada em sede própria inaugurada há dois anos, num espaço de 22 mil metros quadrados, situado há 2,3 km do centro da cidade, à margem da TO-415 (Palmeiras/Nazaré), a Feapa dispõe de palco para a realização de manifestações culturais e shows (do estilo gospel ao sertanejo) e ainda, de sede administrativa, salas para a realização de cursos, treinamentos e palestras técnicas voltadas para que os produtores possam agregar valor a produtos, bens e serviços desenvolvidos na região.

Na avaliação da coordenadora-geral do evento, Nalva Braga, a Feapa vem se consolidando como um dos maiores eventos do interior do Estado e o principal, voltado para a agricultura familiar, haja vista os 11 assentamentos rurais que circundam a cidade. “A Feapa é uma espécie de Agrotins do Norte do Estado”, compara a coordenadora que lamenta a estrutura hoteleira da cidade, ainda não ter se preparado para a dimensão do evento, haja vista a cidade ter pouco mais de 5 mil habitantes. “Os visitantes já estão reservando hospedagens em hotéis de cidades circunvizinhas,.”, confessa Nalva.

Promovida pelo Instituto de Apoio ao Desenvolvimento Social, Econômico e Ambiental de Palmeiras do Tocantins (IDEP), a Feapa é um exemplo de participação social. Composto por membros de colônia de pescadores a diversas associações (de taxistas a servidores públicos) e entidades civis, eclesiásticas e oficiais, a Feapa não dispõe de renda própria; sobrevive de parcerias com secretarias e órgãos oficiais do Governo Estadual, Sebrae, Ceste, e empresas privadas ligadas ao agronegócio.

Por: Gilvan Noleto

Tags: Feapa, Nalva Braga, Palmeiras do Tocantins