Polí­cia

Neste último domingo, 18, policiais militares do 1° BPM, estavam em patrulhamento na Capital, quando ouviram relatos de um homicídio, de uma pessoa teria sido morta a facadas. Segundo uma testemunha, um indivíduo estava em frente a sua casa quando envolveu-se em uma discussão com dois homens.

Ainda segundo a testemunha, em dado momento um dos indivíduos teria sacado de uma faca e desferido golpes contra a vítima, tendo esta vindo a óbito no local. Uma outra testemunha relatou que o possível motivo do confronto estaria relacionado ao sumiço de uma arma de fogo que havia ficado na posse da vítima, sendo que tal arma, segundo relato, pertenceria ao acusado de ter cometido o homicídio que não estaria aceitando o argumento da vítima de que a arma havia desaparecido de sua residência.

Foram feitas buscas no interior da residência da vítima e de um de seus vizinhos, sendo localizado um revolver cal. 38 com seis munições intactas de marca Taurus. Circunstância em que fora conduzido a delegacia de polícia juntamente com Bruno A. C., preso nas imediações, sendo que esse último também é suspeito de ter participado da confusão que resultou no homicídio. 

Tentativa de homicídio

No sábado na Chácara São Francisco, sentido Lajeado, policiais militares do 1° BPM deslocaram-se a um endereço para averiguar uma possível tentativa de homicídio. Chegando ao local, a vítima o Luis Carlos de Carvalho, informou que o acusado, Edson A. teria atentado contra sua vida e da sua família quando estavam no terraço de casa.

Segundo a polícia, no local, o acusado aparentemente eufórico, foi detido com uma arma de fogo, espingarda calibre 32 com numeração raspada, 30 cartuchos calibre 32, sendo que já estavam deflagrados, bem como uma quantidade de maconha, ocasião em que vizinhos informaram que na casa do acusado funcionaria uma “boca de fumo”.

O autor juntamente com os materiais apreendidos foram encaminhados a 1° DPC e apresentados a autoridade policial para os procedimentos cabíveis.

Acusado de estupro

Na noite do último sábado, 17, policiais militares do 1° BPM foram acionados para atenderem a uma ocorrência no Setor Fumaça, próximo ao Residencial Polinésia em Palmas. Ao chegarem no local, Luiz Inácio da Silva, pai da vítima, menor, relatou que sua filha havia desaparecido e que ninguém a encontrava.

Ainda segundo o pai da vítima, por volta das 22 horas, a menor teria saído do meio do mato e um vizinho, Rubens P. R., 19 anos, teria saído em seguida por outro lado. Por achar estranho, o pai da vítima questionou sobre o acontecido e a filha teria contado que Rubens havia lhe abusado sexualmente.

O acusado foi detido por populares e negou que havia feito qualquer coisa com a menor. Diante dos fatos foram todos conduzidos para a DP para os procedimentos cabíveis, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante pelo delito de estupro. (Ascom 1º BPM)

Por: Redação

Tags: Homicídio, Polícia, Polícia Militar