Saúde

Foto: Divulgação

 Uma das principais causas da infertilidade feminina, a endometriose atinge de 10 a 15% das mulheres em idade reprodutiva. Os principais sintomas da doença são dor pélvica, cólica menstrual e dificuldade em engravidar.

Segundo o médico Maurício Abrão, coordenador do setor de Endometriose do Hospital das Clínicas de São Paulo, a endometriose tem o perfil da mulher moderna e aumentou muito nos últimos anos, porque atualmente a mulher menstrua mais do que antigamente. "A mulher menstrua 400 vezes em média durante a vida e menstruava 40 vezes em média 100 anos atrás, porque tinha muitos filhos", relata. E explica: "Quanto mais a mulher menstrua, mais endométrio (tecido que reveste a cavidade do útero) volta pelas trompas para a cavidade abdominal, podendo se implantar. E, quando ele se implanta, ele faz a doença".

O especialista cita que novas técnicas estão sendo aplicadas com sucesso nas pacientes da doença. Um dos tratamentos é a cirurgia minimamente invasiva. "São pequenas incisões aonde se introduzem pinças que removem os focos de endometriose, diminuindo o impacto desse problema para o cotidiano da mulher", detalha o médico. (EBC)