Esporte

Foto: Divulgação

A etapa regional dos Jogos Estudantis do Tocantins (Jets) e Jogos Estudantis Paradesportivos do Tocantins (Parajets) em Araguatins e Tocantinópolis, na região norte do Estado, contou com a participação de mais de mil alunos atletas. Ao todo, participaram da competição 85 escolas públicas e particulares de 24 municípios da região.

Rogério de Souza, de 13 anos, é estreante nos Jets e está empolgado com a possibilidade de vitória na competição. “Acho que temos chance de ganhar os próximos jogos e levar o troféu para nossa escola”, destacou o aluno do 9º ano da Escola Estadual Manoel Estevão, de Sítio Novo do Tocantins, a 600 km de Palmas.

Já o atleta Lucas de Sousa, aluno da Escola Estadual Nazaré Nunes da Silva, de Aguiarnópolis, a 488 km da capital, participa dos Jogos pela terceira vez. Integrante do time de futsal, ele também está confiante em um bom resultado. “Este ano estamos bem preparados  e confiantes de que vamos ser campeões”, ressaltou.

De acordo com a técnica de desporto educacional da Diretoria Regional de Gestão e Formação (DRGF) de Tocantinópolis, Maria Arlete Fernandes, o desempenho dos atletas do interior vem se aprimorado e as disputas estão cada vez mais acirradas. “Geralmente são as escolas de Tocantinópolis que levam a maioria das medalhas, mas estamos vendo que o trabalho nas escolas do interior tem evoluído muito. Nas provas do atletismo as escolas do interior foram as que mais se destacaram e tiveram mais medalhistas”, afirmou.

Em Araguatins, a técnica de desporto educacional da DRGF, Derivalda Cavalcante, também ressalta que o nível técnico dos estudantes vem melhorando a cada ano. “Temos visto como eles estão mais preparados e com condições de chegar à estadual, e até à nacional. Ficamos felizes em ver o resultado do trabalho de cada escola, de cada professor e da dedicação dos atletas”, disse.

Esporte e Educação

Os Jogos Estudantis movimentam as escolas e promovem a integração entre os estudantes. Nas regionais de Tocantinópolis e Araguatins, cerca de 1.100 atletas de 85 escolas públicas e particulares de 24 municípios participaram das competições. Foram cinco dias de provas, que oportunizaram, além da prática esportiva, a inclusão dos estudantes.

Para o estudante da 2º série do ensino médio, a prática esportiva na escola traz inúmeros benefícios. “O esporte é importante demais para ter uma vida saudável. Também é uma ótima opção de lazer e de fazer amizades, como as que fazermos quando viajamos para jogar nos Jets”, enfatizou. (Ascom Seduc)