Campo

Foto: Valério Zelaya

Em encontro realizado na última sexta-feira, 23, com os horticultores da região sul da Capital, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder), iniciou a entrega dos kits com sementes e ferramentas nas 17 hortas comunitárias de Palmas. Na ocasião também foram entregues novas placas de identificação para os espaços. O evento contou com a presença do titular da Seder, Roberto Sahium, vereadores e representantes de onze hortas. A entrega aconteceu na horta do Jardim Aureny III.

“É uma satisfação muito grande fazer parte deste programa, são 18 anos que participo e só tive alegrias aqui”, disse dona Rozilda dos Anjos, participante da horta do setor Sol Nascente.

Para dona Eva Araújo a horta é um local de encontro, de ocupação da mente. “É aqui que vejo meus amigos, converso, conheço pessoas, sem contar que as verduras ajudam muito na nossa alimentação”, afirmou a idosa.

“Este é um programa que atua principalmente com idosos, donas de casa, famílias que precisam de uma alimentação mais balanceada e de uma alternativa de renda”, explica Roberto Sahium.

Para o secretário de Segurança, Defesa Civil e Trânsito, Claudemir Portugal, presente no evento, as hortas comunitárias dão uma nova vida para os setores onde estão inseridas. “Defendemos este programa por entender a dimensão que ele atinge, aqui tem pessoas que sofrem de depressão, outros que precisam de uma alimentação melhor, e também traz para o setor produtos saudáveis e mais barato”, frisou.

O coordenador do programa Bonfim dos Reis afirmou que todas as hortas passaram por uma limpeza geral. “Este programa tem se destacado na Seder e recebeu novos integrantes para atuar na área social, principalmente com as senhoras”, afirmo Reis.

Kits

Os kits contêm ferramentas como carrinho de mão, rastelo, pá de bico, adubos, ureia, composto orgânico, além de sementes de hortaliças como pepino, coentro, alface, abobrinha verde, rúcula, pimentão, couve chinesa, pimenta cumary e cebola de cabeça.

A entrega das placas e dos kits fazem parte da comemoração dos 25 de Palmas.

Saiba mais

Mais de 400 famílias participam do Programa Horta Comunitária em diferentes regiões da Capital. O programa possui duas funções essenciais o aumento da oferta de alimentos nutritivos na mesa destas famílias e a geração de renda com a venda do excedente.

A seleção dos participantes observa indicadores socioeconômicos e elementos como idade, tendo por isso a participação de muitos idosos no programa, o que o torna um importante fator de inclusão social e terapia ocupacional. (Secom Palmas)