Cultura

Foto: Divulgação

A dupla João Lucas e Marcelo estará presente na festa de aniversário de 280 anos de Natividade do Tocantins. A cidade, localizada a 200 km de Palmas – capital do Estado, receberá a nova turnê dos cantores que será lançada nesta quinta-feira, 29, na Exposição Agropecuária de Goiânia.

“O público pode esperar um show bastante envolvente e criativo”, destaca Marcelo – primeira voz da dupla. Segundo o cantor, as grandes novidades da nova turnê são a interatividade com o público, a direção do show e o espaço para músicas românticas. “Ficamos conhecidos mundialmente com um hit bastante forte que foi o “Eu quero tchu, eu quero tcha”. Depois dele emplacamos mais três hits a nível nacional: Louquinha – que foi a música mais tocada em 2013; Se beijar na boca dá sapinho; e agora Joga o Copo pro alto. Acreditamos que chegou o momento de mostrar nossa versatilidade e conquistar o coração do público com o repertório romântico”, explica.

João Lucas, que é natural de Miranorte, destaca que o show foi feito e planejado para agradar a todos os públicos. “O nosso País é bastante eclético. Há uma grande variação cultural de uma ponta a outra e o show precisa estar preparado para isso”, justifica. O cantor destacou ainda que o público de Natividade vai se divertir bastante durante o espetáculo. “Sou tocantinense e sei o quanto a energia dessa terra e boa.Também sei o quanto esse povo é animado. Tenho certeza que vamos nos divertir muito juntos”, ressalta.

Sobre ser a atração principal da comemoração dos 280 anos de Natividade, João Lucas e Marcelo se dizem bastante honrados e se consideram agraciados com o convite. “Natividade é uma cidade historicamente importante. Representa a luta dos negros contra a escravidão e diversidade cultural do Brasil, através da sua culinária, cultura e arquitetura. Compor a programação comemorativa do aniversário deste município é uma honra para nós dois”, comenta Marcelo.

“Eu, que sou filho do Tocantins, fiquei extremamente satisfeito em estar presente nessa festa com a nossa música. Natividade representa bastante para o estado e é uma terra encantadora. Estou louco para subir no palco e cantar para o público. Confesso também que não vejo a hora de poder saborear, outra vez, o “Amor perfeito”, ilustra João Lucas.