Palmas

Foto: Divulgação

Na tarde de quarta-feira, 28, os atores que trabalham com a defesa e promoção dos direitos da pessoa idosa no município de Palmas, reuniram-se para deliberar sobre a programação alusiva ao 15 de junho, Dia Mundial de Combate a Violência contra a Pessoa Idosa. As atividades acontecerão entre os dias 16 e 18 de junho.

Segundo ficou acordado entre os presentes, a campanha será lançada no dia 31 de maio na tenda dos Direitos Humanos, durante as comemorações do aniversário da Arquidiocese de Palmas, no Colégio Marista em Palmas, a partir das 8 horas.

O lançamento vai contar com panfletagem e coleta de assinaturas para aprovação do direito à gratuidade no transporte coletivo urbano aos idosos que tenham idade igual ou superior a 60 anos. Atualmente é garantido este direito a partir dos 65 anos.

“O estatuto do Idoso garante que ser idoso é a partir dos 60 anos. O município oferece inúmeros serviços que promovem a qualidade de vida da pessoa idosa e a redução vai contribuir que os nossos idosos tenham mais acesso, vai garantir que eles participem com mais frequência das atividades e desta forma terem o seu direito à cidadania garantido”, relatou Silvanete Mota, assessora técnica na Sumudhe. 

Conforme informou Silvanete, nos dias 16 e 17 de junho as entidades vão fazer visitas às escolas públicas visando sensibilizar os alunos acerca da violência contra a pessoa idosa e no dia 18 acontecerá uma mobilização junto aos vereadores acerca das demandas dos idosos na Capital. 

Além do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e da Superintendência da Mulher, Direitos Humanos e Equidade (Sumudhe), realizadores do evento, estavam presentes também representantes do Centro de Referência em Direitos Humanos de Palmas (CDHP), Associação Brasileira do Clube da Melhor Idade, Associação Brasileira da Pessoa com Alzheimer, Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa e o Centro de Educação Popular, que apoiarão a ação.