Polí­cia

Foto: Ascom SSP

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Praia Norte, extremo Norte do Estado, autuou em flagrante delito no final da manhã desta sexta-feira, 30, Cilas D. M. e Railson A. S., ambos com 24 anos de idade. Eles são acusados pela prática dos crimes de posse e porte ilegal de arma de fogo e corrupção ativa e foram capturados no Povoado São Félix, zona rural de Praia Norte.

De acordo com informações do delegado regional, Eduardo Morais Artiaga, na manhã de hoje, a PC tomou conhecimento de que na noite desta quinta-feira, 29, vários disparos de arma de fogo haviam sido efetuados no Povoado São Félix e, segundo denúncias, o indivíduo responsável pelo crime conduzia um veículo Hyundai, modelo Tucson e também teria matado a tiros, um cachorro naquela localidade.

De imediato, foi determinado a uma equipe de Policiais Civis que empreendesse diligências com a finalidade de encontrar o autor dos disparos. Por volta das 11hs da manhã, os agentes localizaram o citado veículo o qual estava estacionado em frente à residência do autuado, Railson, que após ser abordado, permitiu a entrada da equipe policial em sua residência.

Após uma minuciosa busca conduzida no interior do imóvel, os Policiais encontraram escondida debaixo de um guarda-roupa, no quarto do suspeito, uma pistola de uso restrito das forças policiais, marca Tauros, modelo 24/7, calibre  .40, de propriedade de Cilas. Diante daquela situação, foi dada voz de prisão aos dois indivíduos, momento em que Cilas tentou subornar os Policiais Civis oferecendo a eles, além da referida arma, algumas joias (correntes de ouro) e a quantia de Rnt.000,00 (Mil Reais) a fim de que os policiais o deixassem livre.

Imediatamente a dupla foi conduzida a Delegacia de Polícia Civil de Augustinópolis onde ambos foram autuados por posse e porte ilegal de arma de fogo, sendo que Cilas também foi indiciado pelo crime de corrupção ativa. Após a elaboração dos procedimentos legais, os dois homens foram recolhidos à carceragem da Cadeia Pública daquele município onde permanecerão a disposição do Poder Judiciário. (Ascom SSP)