Economia

Foto: Madson Maranhão

O agronegócio continua liderando a pauta de exportações do Tocantins na Balança Comercial. Neste primeiro quadrimestre de 2014, foram vendidos para outros países 212.610 toneladas de produtos, movimentando US$ 171.655.831,00. O número representa um crescimento de 1,80% com relação ao primeiro quadrimestre de 2013, quando foram comercializados US$ 168 milhões. A balança comercial tocantinense continua positiva já que as importações registraram US$ 133 milhões, resultando em um superávit de US$ 38 milhões, enquanto que o Brasil registrou um déficit 9,39%. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A soja continua liderando o ranking de produtos vendidos para outros países com 194.256 toneladas vendidas, gerando uma movimentação de US$ 95.514.539,00. Já a carne e seus produtos e subprodutos ficam em segundo lugar com a exportação de 18.296 toneladas e uma movimentação de US$ 75.211.961,00. O relatório mostrou que as principais empresas exportadoras do Tocantins são: Minerva S.A, Bunge Alimentos S/A, Cooperativa dos Produtores de Carne e Derivados, ABC Indústria e Comércio S/A e Cargill Agrícola S.A.

De acordo com os dados da Secex, o município tocantinense que mais gerou receita foi Araguaína com US$ 40.455.966,00 movimentados, com a exportação de 9.019 toneladas de carnes, produtos e subprodutos. O boi araguainense segue para países como Venezuela, que adquiriu 24,37% do total exportado pelo município. O segundo país é o Egito com 18,74% e o Irã com 18,50%. Um dos destaques da exportação do município foi para a comercialização realizada para o país vizinho, Venezuela, que chegou a US$ 9.857,821, um aumento de 352,43% se comparado com o mesmo período de 2013, quando foram vendidos US$ 2.178.849.

Já o segundo município com maior volume de receita foi Campos Lindos com US$ 40.067.342,00, com a comercialização de 81.970 toneladas de soja. O grão foi enviado neste primeiro quadrimestre de 2014 para China que comprou US$ 24.313.162, ou seja, 60,68% do total exportado pelo município localizado no Sudeste do Estado. A Espanha comprou US$ 14.414.272 em produtos, ou seja, 35,98% e a Tailândia US$ 1.339.908, correspondendo a 3,34% do total.

Segundo o secretário da Agricultura e Pecuária, Júnior Marzola, os resultados da balança comercial apresentados pela Secex são considerados muito positivos, sobretudo porque o número de empresas exportadoras aumentou. “Os curtumes tinham reduzido a comercialização do couro que agora retornou e isso é muito bom. No geral, o Tocantins conseguiu manter o crescimento das exportações, enquanto o Brasil registrou um déficit de 9,39%”, explicou, acrescentando que as expectativas são positivas para os próximos meses quando aumentará a comercialização de soja no Tocantins.

O engenheiro agrônomo da Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária, Corombert Leão, também comenta que foi notado que o volume dos produtos vendidos praticamente se manteve, mas os preços aumentaram. “O valor do quilo da carne desossada congelada, por exemplo, aumentou de US$ 4,11 em 2013 para US$ 4,28 em 2014, um aumento de 4%. Já a carne resfriada teve um aumento de 5,6%, subindo de US$ 5,04 em 2013 para US$ 5,28 em 2014”, enfatizou, explicando que isso significa que mais dinheiro ficou no Estado para ser investido no setor no beneficiamento de produtos. (Ascom Seagro)