Polí­cia

Foto: Ascom PF

A Polícia Federal de Araguaína prendeu na última terça-feira, 03, um comerciante da cidade de Guaraí do Tocantins, a 200 km de Capital. O comerciante de 42 anos é suspeito de ser membro de um grupo criminoso especializado em fraudar o seguro desemprego. A operação teve a participação dos Policiais Federais de Palmas.

Segundo a polícia, com o comerciante foram encontrados 15 “Cartões do Cidadão” em nome de terceiros. Os cartões, segundo a PF, seriam usados para os saques fraudulentos do seguro-desemprego. Com o suspeito também foi apreendido um extrato de saque do seguro-desemprego em nome de outra pessoa, ocorrido em 02/06, no valor de R$ 1.304,00.

Foram apreendidos ainda, vários comprovantes de depósitos em dinheiro, tendo como favorecido o próprio indivíduo, dinheiro em espécie e um veículo VW Golf, ano 2014.

O grupo que atua no Tocantins está sendo monitorado há algum tempo pela Polícia Federal. As investigações apontaram que o comerciante iria receber parte de um lote de cartões do cidadão, de um total de 44, na terça-feira, dia 03. Segundo a PF, o dano aos cofres públicos poderia chegar a R$ 286 mil.

Segundo a polícia, dentre os crimes cometidos pelo grupo estão a falsidade ideológica, estelionato majorado, associação criminosa e corrupção ativa, caso seja confirmado a participação de algum servidor público. As penas podem chegar a 28 anos de reclusão.

O indivíduo foi encaminhado para a CPP de Araguaína e está à disposição da Justiça Federal. (Ascom PF)