Educação

Foto: Ascom Unirg

Em um encontro entre os gestores da Fundação e Centro Universitário Unirg e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizado na última semana em Campinas (SP), foi discutida a possibilidade de um convênio para a oferta de Mestrado Interinstitucional (Minter) e o Doutorado Interinstitucional (Dinter), em Gurupi.

Participaram da reunião o vice-reitor da Unicamp, Álvaro Crosta, a Pró-reitora de Pós-graduação, Drª Ítala Maria Loffredo, o Presidente da Fundação Unirg, Sávio Barbalho, o Reitor do Centro Universitário Unirg, Alexandre Dias, além das professoras, MSc. Adriana de Miranda Santiago Terra, Drª. Lady Sakay, Sandra de Cássia Amorim Abrão e Arlem Chenia Silva Ferreira. 

De acordo com o reitor, a Unirg irá estudar o contrato da Unicamp e analisar a viabilidade do intercâmbio do Minter e do Dinter. “Trouxemos o modelo das minutas do convênio para que a nossa procuradoria jurídica juntamente com a Propesq analisem a área a ser atendida e a demanda dos cursos. Essa ação irá consolidar a política da Casa, afinal já oferecemos um Minter na área da saúde com a Universidade Federal de Goiás”, disse Alexandre Dias.

Atualmente a Unirg mantém uma parceria com a UFG para a oferta do Minter em Doenças Tropicais e Saúde Pública. Iniciado em 2013, o Mestrado é direcionado aos professores da Unirg com graduação plena na área da saúde e ciências afins.

Para o presidente da Fundação, Sávio Barbalho, na parceria com a Unicamp será avaliada a oferta da especialização não apenas aos professores, mas também aos egressos da Instituição. A intenção é que se dê oportunidade aos ex-alunos de se aprimorarem, e consequentemente, seja ofertado um serviço com maior qualidade para nossa região.

“Por sermos uma Instituição pública, segundo Lei a Unirg poderá custear o curso apenas para professores efetivos, já que deveremos comprovar as despesas ao Tribunal de Contas”, declarou Barbalho.

Parque Tecnológico

A viagem também possibilitou a visita ao Laboratório de Educação Assistiva, que será implantado na Unirg, e os projetos implantados no Parque Científico e Tecnológico da Unicamp, 

O Parque Científico e Tecnológico da Unicamp envolve um conjunto de áreas para instalações dedicadas a abrigar competências científicas e tecnológicas e laboratórios de inovação, voltados para o desenvolvimento e execução de projetos de pesquisa financiados por instituições públicas e privadas.

Segundo o reitor, Alexandre Dias, o Parque reúne em torno de 70 empresas encubadas. “Tivemos um visita enriquecedora, pois conhecemos também as instalações e como funciona a segurança e a tecnologia de ponta que é utilizada em benefício das empresas instaladas no Parque. Muitas delas já são conceituadas no mercado, como as de Embalagens Tetra Pak e a Santa Bárbara d'Oeste na área da genética bovina, que estão no local juntamente com empresas iniciantes”, finalizou o reitor.

Por: Redação

Tags: Alexandre Dias, Sávio Barbalho, Unicamp, Unirg