Educação

Foto: Manoel Lima

As unidades escolares que desejam se cadastrar no Programa Mais Educação (PME) têm até o dia 30 de junho para realizarem os procedimentos necessários para serem contempladas pelo programa, voltado apenas para o ensino fundamental. Os cadastros são realizados exclusivamente pela internet, e as escolas interessadas devem acessar o sistema do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Interativo

O PME é uma ação da Secretaria de Educação Básica (SEB), do Ministério da Educação (MEC), e tem como meta para este ano alcançar a adesão de 60 mil escolas em todo o Brasil. No Tocantins, as unidades estaduais que possuem ensino fundamental estão se mobilizando para realizar a adesão, conforme afirma a coordenadora estadual do programa, Nelma Maria Matias Pinheiro. “Todas as nossas escolas já estão cadastradas e em fase de elaboração dos planos de atendimento junto ao Mais Educação”, disse.

Do total de escolas cadastradas, segundo a coordenadora, 164 já tiveram os projetos aprovados pelo MEC. O objetivo, contudo, é que todas as escolas cadastradas sejam contempladas. “Por isto é importante que, mesmo com este período de Copa do Mundo e festas, o foco seja mantido na finalização dos planos para não perdemos o prazo”, alertou.

De acordo com Nelma, o principal objetivo do programa federal é fazer com que as escolas cumpram com mais efetividade a função social que têm de oferecer serviços educacionais diversos e de qualidade. O MEC ainda oferece às escolas participantes do Mais Educação apoio pedagógico e financeiro conforme a quantidade de alunos inscritos e atividades desenvolvidas. “A partir do Programa, as escolas enriquecem o currículo com disciplinas novas e ganham visibilidade”, completou.

Para esclarecimento de dúvidas, os gestores devem entrar em contato com a coordenação do programa pelos números 3218-7505 e 3218-2085.

Teoria e prática

A aluna Renata de Souza Martins, do Colégio Girassol de Tempo Integral Augusto dos Anjos, em Palmas, destacou que o programa a auxilia principalmente nas disciplinas em que ela tem dificuldade. “Como eu tenho dificuldades com contas, no reforço de matemática eu consigo tirar todas as dúvidas que não consigo acompanhar na sala. Eu tenho aprendido muito”, diz a aluna de 13 anos do 8º ano.

Coordenadora pedagógica do PME na mesma escola, Maria Aparecida Pereira Santos vê no Programa um forte aliado em prol da oferta de uma melhor qualidade de ensino. “Por meio dele [Mais Educação], possibilitamos aos estudantes o acesso a novos conhecimentos, tanto nas disciplinas mais tradicionais, quanto nas menos, entrando neste grupo a música, a dança e até a criação de materiais a partir da reciclagem. Tudo isto é muito importante na formação dos nossos alunos”, destacou.

Programa Mais Educação

O programa Mais Educação tem a finalidade de contribuir para a melhoria da aprendizagem, com o estímulo à ampliação do tempo de permanência de crianças, adolescentes e jovens matriculados em escolas públicas. Desta maneira, ainda conforme o Ministério da Educação, a oferta da educação integral é realizada por meio da diversificação de atividades educacionais.