Geral

Foto: Antônio Gonçalves

Os 400 colaboradores da companhia de abastecimento de água da Capital, a Foz|Saneatins, foram surpreendidos na manhã desta quarta-feira, 18, pela distribuição de material informativo e adesivos da campanha Velocidade Excessiva Mata. A campanha que sendo desenvolvida pela Secretaria de Segurança e Defesa Civil e Trânsito visa combater o alto índice de acidentes no trânsito que entre as principais causas têm a velocidade excessiva, falta de atenção, respeito à sinalização e o uso de bebida alcoólica.

A campanha faz parte do projeto Vida no Trânsito e a ações são realizadas em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde.

Na manhã desta quarta quem passou pela entrada principal da empresa Foz|Saneatins recebeu os materiais da campanha com a fixação de adesivos nos automóveis e folders explicativos. Na parte interna da empresa os atores envolvidos na campanha realizaram a simulação mostrando os fatores que contribuem para a ocorrência de acidente de trânsito. 

Na ação também foi realizada uma simulação de acidente de trânsito, em que foi utilizada uma faixa de pedestre como cenário e onde os colaboradores da empresa puderam vivenciar as fases de um acidente, começando pela freada brusca e o impacto no pedestre e a chegada do socorro, como o atendimento a vítima realizado pelo Serviço Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os socorristas explicaram aos presentes como proceder nestas ocasiões, e também o uso correto da faixa de pedestre, dentre outras.

De acordo com o secretário de Segurança, Defesa Civil e Trânsito, Claudemir Portugal, a campanha Velocidade Excessiva Mata acontece durante todo mês de junho, em vários pontos da cidade, por meio de intervenção nas faixas de pedestres nas principais avenidas, com a presença do grupo de teatro da secretaria e divulgação através de outodoor e bussdoor.

Para o secretário a participação dos motoristas e pedestres nesta campanha é de fundamental importância para a queda do índice de acidentes. “Se os condutores não se atentarem para essa campanha nós não vamos avançar para a redução destes resultados”, disse Portugal. (Secom Palmas)

Por: Redação

Tags: Secretaria Municipal de Segurança