Palmas

Foto: Valério Zelaya

O prefeito Carlos Amastha esteve na última quarta-feira, 18, na Praia das Arnos, região Norte da Capital, para assinar a ordem de serviço relativa à revitalização do balneário. Além do Prefeito, autoridades, como o presidente Agência de Turismo, Cristiano Rodrigues, representantes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, e comerciantes locais participaram do evento.

A obra vai ser realizada com recursos municipais, com investimento de R$ 3.770,64 (três milhões setecentos e setenta e um mil e sessenta e quatro centavos). Toda a estrutura da praia será revitalizada, e trata-se da primeira reforma dessa amplitude realizada no local.

De acordo com Carlos Amastha, a reforma já deveria ter sido realizada há muito tempo já que o local é importante ponto de lazer e com um imenso potencial turístico. "A praia das Arnos é um dos ambientes mais agradáveis da Capital, onde é possível aproveitar os restaurantes, as belezas naturais e a hospitalidade dos comerciantes e usuários desse lugar maravilhoso. Por isso, não medimos esforços para levantar esses recursos e deixar esse local, bem como todas as outras praias de nossa cidade, ainda mais bonito e apto a receber todos os palmenses e turistas", explicou Amastha.

Praia da Graciosa

Nesta semana, também foi publicado no Diário Oficial do Município a contratação da empresa para execução de serviços de revitalização da Praia da Graciosa, onde serão investidos R$ 329.627,45 (trezentos e vinte e nove mil seiscentos e vinte e sete reais e quarenta e cinco centavos) na revitalização, que prevê reforma do calçadão, das quadras com a instalação de novos alambrados, instalação de placas de identificação, revitalização da faixa de areia, além da instalação de guarda-sóis e duchas tanto na parte da areia quanto no calçadão. Toda parte elétrica e hidráulica também deve passar por reforma, bem como novas telas de proteção contra piranhas.

Após assinada a Ordem de Serviço, a empresa deve dar início às obras de revitalização da Praia da Arnos em até 10 dias. Para que o serviço não prejudique a temporada de praia, que se aproxima, um estudo foi realizado visando mobilizar equipes de forma a realizar o trabalho sem prejudicar o pleno funcionamento do local. (Secom Palmas)

Por: Redação

Tags: Carlos Amastha, Praia das Arnos