Cultura

Foto: Divulgação

A brincadeira popular pernambucana cavalo marinho inspirou o Grupo Peleja (PE) a criar o espetáculo Gaiola de Moscas. A comédia será apresentada em Palmas, por meio do Projeto Palco Giratório, no dia 7 de julho, a partir das 20h. Os ingressos estarão disponíveis a partir das 19h, na bilheteria do Teatro Sesc Palmas.

Com duração de 50 minutos, a encenação envolve o espectador num universo de precariedade e alegria, onde os personagens sobrevivem entre destroços e sonhos. O texto é uma adaptação do conto homônimo do escritor moçambicano Mia Couto.

No enredo, Zuzé é um curioso comerciante, vendedor de cuspes que, para salvar os negócios, se torna vendedor de moscas. Sua mulher, cansada das ideias do marido, se encanta por um forasteiro vendedor de "pintadas" de batons.

O valor dos ingressos para o espetáculo varia entre R$ 2,50 (comerciário) e R$ 10 (usuário). A classificação indicativa é livre. 

Trajetória

O Grupo Peleja se formou em 2004, em Campinas (SP), a partir do interesse pela manifestação popular do Cavalo Marinho e pelo treinamento do Grupo Lume Teatro. Em 2008, mudou-se para Pernambuco, onde estruturou seu trabalho entre a dança, o teatro e as culturas populares em colaboração com artistas de diversas partes do Brasil. (Ascom Sesc)