Polí­tica

Foto: Divulgação

Em uma reunião nesta segunda-feira, 21, com líderes da União dos Movimentos de Moradia do Tocantins, o senador e candidato a governador, Ataídes Oliveira (Pros), lamentou o alto déficit habitacional existente no Estado. Mesmo com o programa do Governo Federal, Minha Casa Minha Vida, o Tocantins não soube evoluir nesse sentindo. O Governo do Estado prometeu construir 70 mil casas populares e não entregou nenhuma, conforme lembrou Ataídes Oliveira.

De acordo com o senador, nos últimos quatro anos o Governo não deu atenção séria quanto as moradias populares. “Acredito que o Minha Casa Minha Vida é um dos melhores programas do Governo Federal. Lamento muito, pois o Tocantins poderia ter tido um resultado bem melhor nesses últimos anos”, afirmou.

Segundo o presidente da União de Movimentos de Moradia do Tocantins, Adelmário Alves dos Santos, o Tocantins possui um déficit de 93.000 moradias. “É um dado que o próprio estado divulgou no ano passado. Então é de se assustar, porque não vemos uma casa popular sendo entregue e nem o governo se preocupar em resolver essa situação”, criticou o presidente, que pediu, ainda, apoio do senador Ataídes para lutar a favor de mais programas habitacionais para o Tocantins.

Independente de proposta de campanha, Ataídes Oliveira se dispôs a tomar frente da causa, tento em vista também a sua atuação política no Senado Federal. “É uma causa que eu tomo frente, apoio e vou lutar mais ainda por melhorias habitacionais para o nosso Estado”, afirmou.