Economia

No primeiro semestre de 2014, o Conselho de  Inovação e Desenvolvimento Econômico de Palmas (Cidep), a Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas (CDL Palmas) realizaram várias reuniões com o governador do Tocantins, Sandoval Cardoso, em busca de resoluções para a classe empresarial. O aumento do sublimite de faturamento, que é a faixa limite da receita bruta anual das micro e pequenas empresas do Estado, foi uma das reivindicações levadas à discussão pela classe. E na última segunda-feira, 20, o governador decretou o aumento do sublimite, que passa a ser de R$ 2.520.000 para efeito de recolhimento do ICMS com base no simples nacional. De acordo com o diário oficial a medida passa a valer para o ano de 2015.

Para o presidente do Cidep e Acipa, Fabiano do Vale, a sansão do decreto é a garantia do cumprimento da medida que já havia sido confirmada pelo governador na última reunião com o empresariado. “Quando realizamos as reuniões com o governador nos últimos meses, ele nos assegurou que iria aprovar o aumento do sublimite do Estado, e a publicação do decreto no diário oficial nos deixa tranquilizados em relação ao cumprimento da palavra do governador Sandoval. Toda a sociedade do Estado só tem a ganhar com essa medida, sem dúvida será um grande avanço para o crescimento da economia do Estado e para o aumento da confiança dos empresários”, declarou o presidente.

O presidente da CDL Palmas, Davi Goveia, que esteve presente em todas as reuniões com o governador, também se mostra muito otimista com a publicação do decreto em relação ao comércio lojista da Capital. “Essa era uma reivindicação muito antiga dos empresários aqui em Palmas, o aumento do sublimite de faturamento facilita o crescimento das pequenas empresas, que certamente vão poder investir bem mais em seu negócio, ganha o empresário e ganha também o consumidor”, conclui.  (Ascom Acipa)

Por: Redação

Tags: Acipa, Cidep, Davi Goveia, Fabiano do Vale