Campo

Foto: Divulgação

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (FAET), juntamente com a Embrapa e a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) apresenta nesta quinta-feira, 24, às 14h, o projeto Campo Futuro, que tem o objetivo central de aliar a capacitação do produtor rural que trabalha com aquicultura na região de Palmas e entorno à geração de informação para a administração de riscos de preços, de custos e de produção na propriedade rural. A apresentação dos painéis sobre a produção de peixe nesta região acontece na sede da Faet, em Palmas, e vai abordar todas as tarefas do negócio da piscicultura, até a industrialização, comercialização e distribuição dos produtos para o mercado.

Na capacitação, o produtor rural aprende a calcular o seu custo de produção e a utilizar ferramentas, como contrato de opções e segurança no mercado futuro, para o gerenciamento de riscos de preços. Os riscos da produção são administrados pelo uso do seguro rural.

Informações estratégicas

O Campo Futuro disponibiliza informações estratégicas para facilitar a tomada de decisões do produtor rural, mediante o acesso a um completo banco de dados do setor agropecuário, com a evolução sistemática dos custos de produção e da rentabilidade das principais atividades agrícolas e pecuárias e da publicação Ativos do Campo.

A geração de informações compreende o desenvolvimento de quatro ações: Realização de Painéis: instrumentos metodológicos para identificar os sistemas e coeficientes de produção de cada atividade rural em uma região específica; Desenvolvimento de Indicadores: informações de custo de produção e rentabilidade das culturas agrícolas e da pecuária nos estados; Criação de um Sistema de Informação: consolidação das informações geradas pelo projeto de forma acessível ao produtor rural e ao público em geral e divulgação de Publicações: análises e relatórios setoriais de desempenho da agropecuária brasileira.

Por: Redação

Tags: Aquicultura, Projeto Campo Futuro, Senar, faet