Estado

Foto: Divulgação

A presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargadora Ângela Prudente, recebeu na manhã desta quarta-feira, 30, representantes do Ministério Público, Defensoria Pública e Ordem dos Advogados - OAB, seccional Tocantins. A reunião tratou da participação dos demais integrantes do Sistema de Justiça na construção do Planejamento Estratégico 2015/2020 do Poder Judiciário tocantinense.

As instituições foram representadas pela promotora de justiça Beatriz Regina de Mello, o defensor público Fabrício Barros Akitaya e o vice-presidente da OAB/TO Rubens Dário Lima Câmara. A desembargadora Ângela Prudente falou ao grupo sobre a construção do Planejamento do Judiciário para os próximos seis anos e a importância da parceria do público externo nesse trabalho.

"Queremos ouvir a todos, pois estamos buscando as melhores alternativas que nos ajudem a promover uma prestação jurisdicional cada vez mais célere e eficiente. Tenho certeza que levar um serviço de qualidade à sociedade é o maior interesse de todos nós que integramos o Sistema de Justiça", afirmou a presidente do TJTO ao solicitar a parceria das demais instituições.

Pela primeira vez na história do Tribunal tocantinense o Planejamento Estratégico está sendo construído com a participação efetiva de todos os seus públicos. Todas as 42 comarcas já foram visitadas, resultando em mais de mil questionários respondidos. O trabalho já está em fase de conclusão no âmbito do TJTO. O próximo passo é o envolvimento do público externo, ouvindo o MPE, Defensoria e OAB.

Cada instituição receberá 30 questionários para pesquisa individual e um para Análise Pestal (Análise Política, Econômica, Social, Tecnológica, Ambiental e Legal), que deve ser respondido preferencialmente por um grupo pré-estabelecido. O prazo para a entrega das respostas por parte das instituições ficou previsto para o dia 18 de agosto.

A promotora Beatriz Regina parabenizou a iniciativa. "Temos que agradecer e parabenizar o Tribunal pela oportunidade de unificarmos ideias, sentarmos TJ, MPE, Defensoria e OAB. É uma maneira de ajudarmos na construção do Tocantins", afirmou a promotora de justiça.

A iniciativa também foi bem vista pela Defensoria Púbica do Estado. "Acho importantíssimo que o planejamento do Poder Judiciário chame para fazer parte as demais instituições, pois o Sistema de Justiça é uno e o fim de todos é o mesmo, então, todos trabalhando em parceria, com sinergia resultará numa prestação jurisdicional mais eficiente e mais célere", declarou o defensor Fabrício Akitaya.

Para a Ordem dos Advogados esse é mais um avanço do Judiciário na busca por mais celeridade e eficiência em seus serviços. "A parceria entre todas as instituições é muito importante, é uma soma de esforços na melhoria da prestação jurisdicional", disse o vice-presidente Rubens Dário.

Também acompanharam a reunião o chefe do Departamento de Planejamento e Gestão do MPE, João Ricardo de Araújo Silva, a juíza auxiliar da presidência, Silvana Parfieniuk, o diretor Geral do TJTO, Flávio Leali e o coordenador da Coordenadoria de Gestão Estratégica do TJ, José Atílio Beber. (Ascom TJ)