Educação

Foto: Lucas Nascimento

Vinte e três educadores da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc) participam, durante esta quarta-feira, 6, e quinta-feira, 7, de capacitação do Programa Educação Financeira nas Escolas. A atividade tem como objetivo formar multiplicadores e supervisores dos conteúdos do programa do governo federal, que faz parte da estratégia nacional para implantação da Educação Financeira no ambiente escolar.

Coordenadora de formação da Seduc, Simone Ferreira de Sousa Pacini afirma que a capacitação tornará educadores de várias áreas aptos a disseminar os conhecimentos adquiridos, multiplicando os conteúdos trabalhados. A gestora frisou que participam da capacitação representantes das 13 Diretorias Regionais de Gestão e Formação (DRGF), e que atuam em diversas áreas. “Tudo é muito mais sobre aprender a planejar para melhor executar os planos de gestão sustentável do recurso que temos do que apenas saber fazer cálculos”, disse.

Após os dois dias de capacitação, os participantes voltarão às Diretorias que fazem parte e passarão adiante o que aprenderam para que, em seguida, a implantação do programa Educação Financeira seja feita nas escolas.

O historiador Jads Silva Mendonça acredita que os conteúdos absorvidos nas atividades serão de grande valia para todos os envolvidos. Para ele, o aprendizado durante a capacitação servirá para a vida dos envolvidos, além da sala de aula. “Nós vivemos em uma sociedade que possui altos índices de endividamento. Com a implantação da Educação Financeira nas escolas, os alunos, quando se formarem, já terão como começar a vida adulta mais conscientes de como devem planejar os investimentos que farão”, concluiu.

Referência nacional

A articulação e coordenação do programa, assim como a formação dos educadores, é de responsabilidade da Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF). A escritora Ana Paula Pregardier, diretora da Intus Forma Educação Financeira, parceira da AEF na execução da capacitação, conta que o projeto-piloto implantado no Tocantins há quatro anos fez do Estado uma referência em todo o País. “O piloto elaborado aqui apresentou resultados muito satisfatórios que serviram de exemplo para os outros aderidos, pois trabalhou muito bem o tema de forma transversal e interdisciplinar”, destacou.

Cronograma da capacitação

A capacitação será dividida em duas fases. Nesta primeira, presencial, os participantes terão 16 horas/aula em dois dias de atividades envolvendo o material didático e as metodologias a serem aplicadas nas 76 escolas tocantinenses escolhidas pelo Ministério da Educação (MEC). Os trabalhos estão sendo realizados no Anexo I da Seduc, em dois turnos, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

A segunda etapa ocorrerá na sequência, nas 13 Diretorias Regionais de Gestão e Formação (DRGF), à distância, por meio da plataforma on-line do programa e já contando com a atuação dos multiplicadores, somando mais 40 horas/aula de conteúdos assimilados.

Os interessados em adquirir os materiais didáticos do Programa Educação Financeira nas Escolas podem acessar o link Materiais e fazer o download gratuito de todas as obras. (Ascom Seduc)