Saúde

Foto: Divulgação

A vacina contra o vírus da hepatite A passa a fazer parte do Calendário Nacional de Vacinação Infantil do Sistema Único de Saúde (SUS). No Tocantins, a expectativa é de imunizar neste ano cerca de nove mil crianças de 1 ano até 1 ano, 11 meses e 29 dias e, para isso, o Ministério da Saúde disponibilizou 10.400 doses. Lembrando que a vacina estará disponível nos 139 municípios tocantinenses ainda neste mês.

A enfermeira da coordenação de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Maria de Lourdes de Miranda Borges, conta que com a inserção da vacina contra a hepatite A, o governo do Estado, através do Ministério da Saúde, passa a oferecer 14 vacinas de rotina no calendário infantil. As crianças são o público-alvo, pois, geralmente, é na infância que se entra em contato com o vírus. “É importante que os pais de crianças que estão prestes a completar dois anos de idade procurem os postos de saúde para receber a dose da vacina e assim não perder a oportunidade de a criança ser imunizada”, ressalta Maria de Lourdes.

Hepatite A

A hepatite A é uma doença infecciosa aguda que atinge o fígado. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada ano ocorrem cerca de 1,4 milhão de casos no mundo. Nos países com precárias condições sanitárias e socioeconômicas, a hepatite A apresenta alta incidência. No Tocantins, em 2013, foram registrados 464 casos comunicados pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).

Hepatite A é transmitida por via oral-fecal, de uma pessoa infectada para outra saudável, ou através de alimentos, ou da água contaminada. A incidência da hepatite A é maior nos locais em que o saneamento básico é deficiente ou não existe. Uma vez infectada, a pessoa desenvolve imunidade contra VHA por toda a vida.

Sintomas

A hepatite A pode ser sintomática ou assintomática. Durante o período de incubação, que leva em média de duas a seis semanas, os sintomas não se manifestam, mas a pessoa infectada já é capaz de transmitir o vírus. Apenas uma minoria apresenta os sintomas clássicos da infecção: febre, dores musculares, cansaço, mal-estar, inapetência, náuseas e vômito. Icterícia, fezes amarelo-esbranquiçadas e urina com cor semelhante à da coca-cola são outros sinais possíveis da enfermidade.

A hepatite A é uma doença de curso benigno, mas potencialmente grave. Embora não sejam frequentes, complicações podem surgir. Uma delas, a hepatite fulminante, é um quadro que se caracteriza pela necrose maciça e morte das células hepáticas nas primeiras seis a oito semanas da infecção. São raros os casos de pacientes com mais de 50 anos que sobrevivem a essa forma da doença. (ATN)