Campo

Foto: Divulgação A produção de alimentos orgânicos já faz parte da realidade do produtor rural do Tocantins A produção de alimentos orgânicos já faz parte da realidade do produtor rural do Tocantins

A produção de alimentos orgânicos já faz parte da realidade do produtor rural do Tocantins e, para garantir a certificação dos produtos, o Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), oferece orientações técnicas para os produtores se cadastrarem junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Desde o inicio do ano, em convênio com o Mapa, o Estado realizou seis oficinas com orientações sobre tecnologias de produção orgânica e o passo a passo para o cadastro, nos municípios de Araguaína, Gurupi, Porto Nacional, Caseara, Taguatinga, Dianópolis e Palmas, sendo uma oficina em cada cidade. Com as oficinas, foram capacitados cerca de 350 pessoas.

Segundo a assessora técnica da coordenação do meio ambiente do Ruraltins, Dryelly Rodrigues, os produtores estão recebendo acompanhamento para elaboração da documentação e se organizando em associações para receber a certificação. “Em Taguatinga e Dianópolis, os técnicos locais do Ruraltins estão dando assessoria para os produtores, que estão se mostrando muito interessados, para organização da documentação para dar entrada junto ao Ministério da Agricultura com o pedido de certificação”, disse.

Ainda segundo Dryelly Rodrigues, após a organização da documentação, as propriedades serão visitadas pela Comissão de Produção Orgânica do Estado do Tocantins (CPorg-TO), para verificar se estão dentro dos padrões para receber a certificação. A CPorg-TO é compostas por instituições como o Ruraltins e a Seagro.

A orientação técnica, assim como as oficinas tem como objetivo sensibilizar os produtores para buscarem a certificação Organização de Controle Social (OCS). De acordo com Dryelly Rodrigues, no Estado muitos produtores já produzem alimentos orgânicos, mas não tem certificação, e muito deles também já estão procurando o Ruraltins.

Benefícios

Os produtores de alimento orgânico, além da atenção do Estado, também são beneficiados pelo governo federal e podem conseguir financiamento por meio do Pronaf Eco, um programa de crédito destinado para investimentos em técnicas agroecológicas. “A produção orgânica recebe investimento do governo estadual e federal. No Tocantins, a Comissão de Produção Orgânica do Estado incentiva com assistência técnica, por meio das instituições que a compõe", apontou a assessora técnica.

Os benefícios do certificado vão além das linhas de crédito. A certificação aponta para a independência do produtor de fatores externos, tendo tudo que precisa dentro de sua propriedade, desde o adubo e defensivos. O uso de defensivos naturais, como controle alternativo de pragas na agricultura familiar, garante economia e proteção, tanto para o meio ambiente quanto para a saúde do produtor e do consumidor, que recebe um produto livre de agrotóxicos. (ATN)

Por: Redação

Tags: Dryelly Rodrigues, Mapa, Ruraltins