Geral

Foto: Imagem ilustrativa/Da web

Os insumos produzidos nas hortas comunitárias no distrito de Palmas terão prioridade nas receitas preparadas durante o 8° Festival Gastronômico de Taquaruçu. Este foi um dos acordos fechados durante reunião entre o presidente da Agência Municipal de Turismo (Agtur), Cristiano Rodrigues, o secretário de Desenvolvimento Rural, Roberto Sahium, o superintendente de Feiras, Paulo Moura e o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Jose Ernesto Betelli. O encontro aconteceu na manhã de segunda-feira, 18, no Centro de Convenções.

O presidente da Agtur explica que a realização do Festival vai além de trazer o turista, de modo que pretende ainda promover o destino, e movimentar a economia do distrito. “Há vários aspectos nos bastidores do festival, que vai além dos cinco dias de evento. A intenção é incentivar a comercialização dos produtos para trazer renda para o local, além de ser produtos de qualidade, orgânicos, livres de agrotóxico”, disse.

Para Roberto Sahium, o incentivo é uma possibilidade de inserir os agricultores no processo socioeconômico do distrito, para que a localidade se transforme em um espaço que tenha um mercado próprio com produtos de referência geográfica. “O festival é uma ótima oportunidade para começarmos a mostrar esses produtos, assim como tem o queijo em Minas Gerais, a pinga em Salinas, temos potencial para apresentarmos um produto que tenha o nosso selo”, comentou Sahium. (Secom Palmas)