Cultura

Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins realizará, na manhã de sexta-feira (22/8), a primeira edição do projeto TJ Cultural, com a apresentação da palestra “Conflitos no Oriente Médio”. Ministrada pelo advogado e colunista Dídimo Heleno, a palestra está marcada para às 8h30,no auditório do TJTO. A entrada é livre, magistrados, servidores, operadores do direito e estudantes podem participar do evento.

O TJ Cultural faz parte das comemorações dos 25 anos do TJTO que ao longo deste ano, tem desenvolvido atividades alusivas à data. O projeto visa ainda promover a cultura por meio de palestras e apresentações artísticas culturais.

Na oportunidade serão outorgadas Medalhas Jubileu de Prata a autoridades militares em comemoração ao Dia do Soldado.

Palestra

Há mais de cinco anos a palestra “Conflitos no Oriente Médio” é ministrada por Dídimo Heleno, que faz uma abordagem histórica do assunto, passando pelas questões étnicas, políticas, econômicas e religiosas dos conflitos, além de apresentar, por meio de mapas, todo o aspecto geográfico da região. A digressão aborda desde os primórdios bíblicos, discorrendo sobre os Impérios Romano, Bizantino e Turco-Otomano, bem como as I e II Guerras Mundiais, até os dias de hoje. O objetivo do palestrante é levar ao público a exata noção histórica dessa complexa questão, que diuturnamente traz preocupações às demais nações do mundo, que veem ali o possível estopim de uma indesejada III Guerra Mundial.

Currículo  Palestrante

Dídimo Heleno Póvoa Aires formou-se na Faculdade de Direito de Anápolis, Estado de Goiás. Retornou ao Tocantins no início de 1997, vindo a residir em Palmas, onde assumiu o cargo de chefe de gabinete parlamentar. Em 1998 foi nomeado chefe de gabinete da Corregedoria- Geral da Justiça do Estado do Tocantins. Em 1999 foi nomeado assessor jurídico de desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins, onde permaneceu por 12 anos, lotado no gabinete do desembargador Luiz Gadotti. É titular das cadeiras nº 08, da Academia Tocantinense Maçônica de Letras, nº 11, da Academia Dianopolina de Letras, e nº 16, da Academia Palmense de Letras, da qual é o seu atual vice-presidente. É articulista-colaborador do Jornal do Tocantins desde 1993, titular da coluna "Judiciário", no mesmo Jornal, e da coluna "CBN Justiça", na Rádio CBN.

É autor dos livros artigos e crônicas, Os Impostores, A Evolução da Descrença, Ideias no Cio, Livros Sangrentos e Retito do Mato Adentro, bem como do ensaio intitulado Palestinos e Judeus, que retrata o conflito existente entre esses dois povos. Em parceria com Lêda Aires, sua esposa, organizou o livro Textos Anarquistas, obra que reúne diversos escritos raros de autores como Oscar Wilde, Mikhail Bakunin, Leon Tolstoi, Emma Goldman, entre outros.

Ministra as palestras "Conflitos no Oriente Médio", "O Deus do antigo Testamento", "23 Reflexões" e "O Direito no Jornalismo. É presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB, Seccional do Estado do Tocantins e membro das Comissões de Direitos Humanos e Ações Coletivas da mesma entidade. O palestrante é pós-graduado em Direito Processual Civil pela Faculdade Católica do Tocantins e advogado-associado do escritório de advocacia Município Consultoria, em Palmas, capital do Estado do Tocantins. (Ascom TJ)

Por: Redação

Tags: Dídimo Heleno, Tribunal de Justiça