Estado

O Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins, por meio da Coordenadoria de Gestão Estratégica, inicia o diagnóstico externo – consulta pública para o Planejamento Estratégico 2015/2020.  Após passar pelo TJTO e percorrer as 42 comarcas do Estado realizando reuniões e ouvindo servidores e magistrados, a sociedade será ouvida antes da conclusão dos trabalhos.

A consulta pública está disponível na página principal do site do TJTO:www.tjto.jus.br e pode ser acessada pelo público externo

Para a presidente do TJTO, desembargadora Ângela Prudente, a instituição do Planejamento Estratégico, por meio da Resolução 70/2009 do Conselho Nacional de Justiça - CNJ, foi um verdadeiro divisor de águas em matéria de administração do Poder Judiciário, pois trouxe a transposição das técnicas de planejamento orçamentário, financeiro e administrativo, com ações eficientes, eficazes e efetivas.

“Neste ano de 2014, com o encerramento do atual ciclo do Planejamento Estratégico 2010/2014, vivemos um momento de extrema relevância para este Poder, pois iniciamos a elaboração do Planejamento Estratégico 2015-2020, onde serão tomadas as decisões que definirão os rumos do Judiciário Tocantinense para o futuro”, afirmou a presidente.

É com o Planejamento Estratégico do Poder Judiciário que se define a Missão, a Visão e os Valores da Instituição, fixando-se os objetivos estratégicos, com as respectivas metas, indicadores e as ações com as quais se pretende atingi-los.

A realização do diagnóstico estratégico para a elaboração do Planejamento 2015-2020 teve início em março de 2014, alinhado à Estratégia Nacional, instituída pela Resolução 198, de 16 de junho de 2014, do Conselho Nacional de Justiça. (Ascom TJ)

Por: Redação

Tags: Tribunal de Justiça, Ângela Prudente